Sistema Biogeográfico

A partir de 1992, Dr. Altair Barbosa sugeriu a utilização do conceito biogeográfico para o Cerrado definido-o como um conjunto de fatores atmosféricos, hidrosféricos, litosféricos e biosféricos, incluindo as populações humanas. Como esses fatores estão intimamente interligados, a modificação em qualquer um deles provoca modificação no sistema como um todo, onde as diferentes faces do sistema se mostram como subsistemas interatuantes; qualquer modificação nos elementos dos subsistemas provoca modificações no Sistema como um todo.
O Sistema Biogeográfico do Cerrado não pode ser entendido como uma unidade zoogeográfica particularizada porque não apresenta esta característica, tampouco pode ser considerada uma unidade fitogeográfica, porque não se trata de uma área uniforme em termos de paisagem vegetal. O mais correto é correlacionar os diversos fatores que compõem a sua biocenose – os rios, a população humana e outros elementos, como a geologia, a geomorfologia, o clima, solos, fisionomia vegetal, quantidade de água nos lençóis, comunidades animais, etc –  e defini-la como um Sistema Biogeográfico, como propõe Altair Barbosa (1996).
Para Barbosa, a área nuclear do cerrado não pode ser entendida como uma unidade zoogeográfica particularizada, e tampouco pode ser considerada uma unidade fitogeográfica, porque não se trata de uma área uniforme em termos de paisagem vegetal. Ele acredita que se aos fatores zoogeográficos e fitogeográficos forem agregados de fatores morfológicos e climáticos, dentre outros, tem-se maiores elementos para a compreensão do Cerrado como um Sistema Biogeográfico (BARBOSA, 2002, p. 143).
Por este motivo nós preferimos definir o Cerrado como Sistema Biogeográfico porque ele não pode ser tomado como uma unidade homogênea, pois ostenta em seu domínio uma série de ambientes diversificados entre si, pelo caráter fisionômico e pela composição vegetal e animal. Estes ambientes constituem os seus subsistemas. Sua compreensão é de fundamental importância para se entender o Sistema como um todo e o caráter da biodiversidade que ostenta.
Conheça os elos que compõe esse sistema!

Fitofisionomias

O cerrado possui um mosaico de formações vegetais, que estão altamente relacionados com a fauna e a flora. Essas formações são chamadas de fitofisionomias!

Fauna

Mamíferos, aves, anfíbios e répteis! Saiba mais sobre cada um dos grupos e as listas de espécies de répteis e anfíbios!

Flora

Quem vê copa, não vê raiz! O Cerrado é uma floresta invertida e isso significa que as suas raízes são muitas vezes maiores do que a parte superficial. Mas nem de árvores tortas vive o Cerrado, venha conhecer os diferentes grupos vegetais!

Terra, fogo, água e ar!

Nesse tópico falaremos sobre os elos abióticos que compõe o Cerrado. Temas como topografia, águas, fogo e clima, serão abordados!