Uso e diversidade de plantas medicinais do cerrado comercializadas nas feiras populares na região administrativa de Ceilândia - Distrito Federal

Autor(a):

Fernanda Oliveira Pinto

Resumo:

O presente trabalho objetivou um levantamento de plantas medicinais do Cerrado comercializadas nas feiras de Ceilândia, Região Administrativa de Brasília, Distrito Federal. Foram utilizadas entrevistas estruturadas e semi-estruturadas buscando informações sobre o uso das plantas. O uso de questionário foi aplicado à oito feirantes. Após o questionário, foram tiradas fotos das espécies de interesse para posterior identificação a fim de sua confirmação. Foram identificadas oito espécies de nativas do Cerrado, onde o Barbatimão (Stryphnodendron adstringens) destacou-se como espécie com o maior número de citações, seguida da Aroeira (Myracrodruon urundeuva) e Sucupira (Pterodon emarginatus). As folhas foram a parte predominantemente consumida, normalmente utilizada por infusão. Os dados levantados por esta pesquisa evidenciaram que os raizeiros (comerciantes) possuem um vasto conhecimento a respeito dos efeitos medicinais das plantas do Cerrado. Mais estudos sobre o tema abordado são importantes, visto que alguns efeitos das plantas ainda não são conhecidos pelos raizeiros.

Referência:

PINTO, Fernanda Oliveira. O uso e diversidade de plantas medicinais do cerrado comercializadas nas feiras populares na região administrativa de Ceilândia – Distrito Federal. 2016. 36 f., il. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Engenharia Florestal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.

Disponível em:

);