Bowdichia virgilioides

Nomes populares

Sucupira-preta, paricarana, sucupira-parda, sucupira-roxa, sucupira-

do-cerrado

Descrição

É uma árvore que chega até 15 m de altura na fase adulta (DALANHOL,

2014). Suas flores têm 5 pétalas roxas ou lilases e seus frutos têm até 7 cm de

comprimento e cor avermelhada (SILVA JÚNIOR, 2012). A sucupira-preta ocorre no Norte (Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins), no Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe), no Centro-Oeste (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso), no Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo) e no Sul (Paraná).

Uso medicinal

A sucupira-preta tem propriedades antibióticas, anti-inflamatórias, depurativas, tônicas e cicatrizantes. Ela é usada para tratamento de afecções pulmonares, recuperação da pigmentação da pele, quadros artríticos melhorando tanto as infecções como as dores. Essa planta tem tropismo pelos pulmões, nariz e garganta e trata qualquer afecção nessas partes com a vantagem de ser quase atóxica. Além disso, a sucupira-preta é antidiarreico, hipoglicemiante, analgésico e é usado em casos de pneumonias ou bronquites crônicas (AMERICANO, 2015).

Curiosidades

A sucupira tem uma madeira excelente que é usada em movelaria, acabamentos internos e para fazer pequenos objetos de madeira (AMERICANO, 2015; SILVA JÚNIOR, 2012).

Referências Bibliografias

AMERICANO, Túlio. Fitoterapia Brasileira: uma abordagem energética. Brasília: Cidade Gráfica Editora, 2015. 420 p.

 

LIMA, H.C. de; CARDOSO, D.B.O.S. 2015 Bowdichia in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB29489>.

 

SILVA JÚNIOR, Manoel Cláudio da. 100 árvores do cerrado – sentido restrito: guia de campo. Brasília: Rede de Sementes do Cerrado, 2012. 304 p.

);