Estudos morfológicos de Drepanoconis larviformis, agente etiológico de galhas em frutos de Emmotum nitens e Nectandra oppositifolia em áreas de cerradão no estado de Minas Gerais e no Distrito Federal

Autor(a):

Matheus Batista Pereira

Resumo:

A preservação do Cerrado no Brasil é de suma importância por ser um bioma que vem sendo degradado junto com toda a sua biodiversidade, inclusive a sua micobiota. Esse trabalho teve como objetivo o estudo do agente etiológico causador de galhas pulverulentas em frutos de duas espécies arbóreas de Cerradão, Emmotum nitens e Nectandra oppositifolia. Amostras de galhos contendo sintomas e sinais do patógeno como galhas e abortamento de flores, foram coletadas em áreas de cerrado do DF e de Minas Gerais. Fragmentos de frutos infestados foram cortados em micrótomo de congelamento e estruturas do patógeno foram depositados em lâminas com corantes para observação em microscópio ótico. Fragmentos de 7 mm foram preparados para observação em microscópio eletrônico de varredura. Pelos resultados dos estudos morfológicos identificou-se o fungo Drepanoconis larviformis em ambos hospedeiros. O fungo é um basidiomiceto, que apresenta basidiósporos curvados, asseptados, com membrana externa rugosa de diferentes dimensões produzidos em holobasídios hifais. Esse é o primeiro relato de D. larviformis infestando E. nitens no DF e em N. oppositifolia no cerrado de Minas Gerais.

Referência:

PEREIRA, Matheus Batista. Estudos morfológicos de Drepanoconis larviformis, agente etiológico de galhas em frutos de Emmotum nitens e Nectandra oppositifolia em áreas de cerradão no estado de Minas Gerais e no Distrito Federal. 2019. 25 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.

Disponível em:

);