Estoque de carbono em uma jazida revegetada no Distrito Federal: geração de créditos de carbono

Autor(a):

Lucinéia da Silva Sousa

Resumo:

A atividade agropecuária, seguida em menor extensão pelo extrativismo e mineração, são as principais atividades responsáveis pelas alterações ambientais na região do Cerrado. A revegetação surge como uma das estratégias de conservação que visa mudar o quadro
preocupante das áreas mineradas do Cerrado. O objetivo desta pesquisa foi de estimar o estoque de carbono orgânico em uma jazida de cascalho revegetada do Distrito Federal e seu potencial para a geração de créditos de carbono. A área de estudo está localizada na rodovia DF-130, km 8,5, região administrativa do Paranoá (DF). O experimento consistiu em doze módulos com plantio de seis espécies arbóreas em cada um, com tratamento de substrato sub-solado e coberto com uma leguminosa rasteira o Styloshantes sp. As seis espécies arbóreas são: abiu (Pouteria ramiflora), barú (Diperyx alata Vog), gonçalo-alves (Astronium fraxinifolium Schott ex Spreng), gueroba (Syagrus oleraceae), ingá (Inga marginata) e jatobá (Hymenaea courbaril var. stilbocarpa (Hayne) Lee & Lang). O estoque de carbono orgânico das espécies arbóreas foi estimado por equações alométricas. O carbono no solo foi medido pelo método Walkley & Black. Nas herbáceas, tanto no compartimento aéreo como na raiz, o carbono orgânico foi medido pelo método de oxidação a quente conforme Manual do Ministério da Agricultura. A área da cascalheira degradada pela extração de cascalho esta sendo recuperada. A concentração de carbono na camada herbácea (parte aérea e raiz) da jazida revegetada após cinco anos de desenvolvimento é maior do que a quantidade existente no compartimento parte aérea das pastagens naturais do Cerrado. O total de carbono fixado pela revegetação na parte aérea das arbóreas, solo, parte aérea e raízes de herbáceas foi de 282,6 t CO2 ha-1, significando para o mercado de créditos o valor monetário de US$ 5.652,00. O custo do projeto de revegetação ficou em torno de US$ 3.900,00. Pode-se abater o custo de revegetaçao com créditos de C e se obterem 31% de lucro, possibilitando que este seja um trabalho de grande importância aos projetos do MDL.

Referência:

SOUSA, Lucinéia da Silva. Estoque de carbono em uma jazida revegetada no Distrito Federal: geração de créditos de carbono. 2010. xiv, 83 f.,il. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

Disponível em:

);