Francisquinha – Raizeira, Parteira e Benzedeira (Goiânia-GO)

Francisquinha – Raizeira, Parteira e Benzedeira (Goiânia-GO) Cearense de nascença, primogênita dos 15 filhos de seus pais, aos 11 anos mudou-se com sua família para o Tocantins, estado onde trabalhou duro na roça, em casas de outras pessoas lavando roupa, produzindo alimentos e ajudando a cuidar de seus irmãos mais novos… Ainda em Tocantins se […]

Lu (Iderlu) – Raizeira, descendente dos Povos Marajoaras (Alto Paraíso de Goiás)

Lu (Iderlu) – Raizeira, descendente dos Povos Marajoaras (Alto Paraíso de Goiás) Lu, nasceu no Pará. Assim como ela, vários parentes trabalham com as plantas medicinais também, seu companheiro Tom das Ervas. Ela é grande conhecedora da flora amazonense e ainda, devido estar vivendo no Cerrado há muitos anos, da flora deste Bioma. Seu sustento […]

Zé Renato – Raizeiro e Biólogo (Goiânia-GO)

Zé Renato – Raizeiro e Biólogo (Goiânia-GO) Zé Renato é filho de pai e mãe raizeiros. Desde muito pequeno é apaixonado pelo Cerrado e tudo que ele pode oferecer. Carrega consigo grande entusiasmo em trocar saberes e fazeres com os povos deste chão, por isso é um grande difusor de práticas tanto herdadas de família, […]

Vera – Parteira kalunga aprendiz (Cavalcante-GO)

Vera – Parteira kalunga aprendiz (Cavalcante-GO) Vera é filha de raizeira e neta de parteira, ambas da Comunidade kalunga do Vão de Almas. Já ajudou em alguns partos e é entendida das plantas medicinais do Cerrado e de horta. Trilha seu caminho no universo da parteria, mesclando conhecimentos ancestrais e de um curso técnico de […]

Entrevista: Fiota Kalunga, Raizeira (Vão de Almas, Cavalcante-GO)

Entrevista: Fiota Kalunga, Raizeira (Vão de Almas, Cavalcante-GO)   Deuzami, mãe e avó, que carinhosamente chamamos de “Fiota”, é raizeira kalunga de descendência. Filha de raizeira e neta de parteira muito comentada, Fiota já “pegou menino”, mas não se considera ainda, como ela mesma diz, “parteira legítima” como sua avó foi, mas segue seu caminho, […]

Dona Antonia – Benzedeira (Taguatinga-DF)

Dona Antonia – Benzedeira (Taguatinga-DF) Antonia Alves do Santos é moradora de Taguatinga-DF, tem 92 anos. Benzedeira com muita fé e força. Antes da pandemia, atendia em sua casa três vezes por semana centenas de desconhecidos que recorriam à ela em busca de ajuda para mal olhado, quebranto, inveja, más energias, dores no corpo e […]

Purnima – Parteira (Alto Paraíso de Goiás)

Purnima – Parteira (Alto Paraíso de Goiás) Marcia Purnima é carioca de nascença, mas escolheu o Nordeste goiano como local do coração para viver, plantar, colher e acolher. Fisioterapeuta de formação, Parteira na Tradição, ele recebeu o bastão publicamente de Dona Flor do Moinho em 2015, mas antes mesmo disso, há décadas ela vem acompanhando […]

Entrevista: Tom das Ervas – Raizeiro (Alto Paraíso de Goiás)

Entrevista: Tom das Ervas – Raizeiro (Alto Paraíso de Goiás) Tom das Ervas, de outras eras, outros tempos.Preparando cremes, xaropes, unguentosO dia amanhece, a natureza dá o tomEle caminha pelo cerradoe escolhe as ervasAgradece reverenciamanipula, preparaUma fórmula puraque cura, que saraArte de índio, cabocloServiço de raizeiro, PajéSe quiser encontrá-lo é fácil:Em Alto Paraíso todos sabem […]

Seu Joaquim “Momboca” – Raizeiro e Benzedor (Alto Paraíso do Goiás)

Seu Joaquim “Momboca” – Raizeiro e Benzedor (Alto Paraíso do Goiás) SEU JOAQUIMRaizeiro, amigo das folhasPesquisador das plantasCatador de medicinasAmante das ervas santasCom seus olhinhos pequenosEsse mago do cerradoEnxerga um mundo enormeVivendo aqui desse ladoDos guerreiros desse soloUm caminho de saúde e purezaEm sua alma resideA força da natureza. Poesia: Ivan Anjo Diniz Disponível em: […]

Dona Maria Chefe (In memoriam) Parteira, Raizeira e Benzedeira-Vila de São Jorge/GO

Dona Maria Chefe (In memoriam) Parteira, Raizeira e Benzedeira-Vila de São Jorge/GO De dia panhando pedra, de noite panhando menino! Foi assim durante muito tempo a vida de Maria Ferreira da Mota, mais conhecida como “Maria Chefe”. Diferentes de muitas garimpeiras, ele nos contava que tinha saudade do garimpo de cristal. O trabalho não era […]

);