Carbono orgânico e eletroquímica de latossolo submetido a sistemas de manejo no cerrado

Autor(a):

Gabriella de Oliveira Passos

Resumo:

Os atributos eletroquímicos são importantes para caracterizar certas propriedades do solo relacionadas à fertilidade, à nutrição de plantas e à pedogênese. Um desses atributos eletroquímicos é o ponto de efeito salino nulo (PESN) que pode ser definido como o pH no qual o balaço entre as cargas negativas e positivas é igual a zero. Vários constituintes do solo influenciam o PESN. Em solos intemperizados como os do Cerrado predominam argilominerais com caráter anfótero. Nesses solos, a matéria orgânica deixa o PESN mais baixo e os óxidos de ferro e de alumínio deixam o PESN mais elevado. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos do manejo de um Latossolo, tendo o cerrado nativo como referência, em algumas propriedades eletroquímicas do solo relacionadas à geração de carga (Ponto de Efeito Salino Nulo, Ponto de Carga Zero Estimado e Delta pH ) e nos teores de carbono orgânico total, em camada superficial (0,0 a 0,05 m) e profunda (0,80 a 1,00 m) do solo. Os sistemas de manejo do solo utilizados foram plantio direto (PD), plantio convencional com grade pesada (GP), e pastagem (PAST). Para determinar o PESN foi utilizado o método das curvas de titulação potenciométrica e as demais propriedades eletroquímicas foram determinadas com base nos valores do PESN e do pH do solo. Os dados foram submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância. Os valores de carbono orgânico total (COT) variaram na camada superficial entre 16,1 (GP) a 22,9 (CER). Nessa camada, o cerrado nativo apresentou os maiores valores de COT, sendo superior aos sistemas manejados, na seguinte ordem: CER>PAST>GP=PD. Na camada subsuperficial (0,80 – 1,00 m) os sistemas não se diferenciaram quanto aos teores de COT. Os valores de PESN variaram na camada superficial entre 3,19 (PAST) a 3,37 (PD) e na camada subsuperficial entre 3,35 (GP) a 3,59 (CER). O valor médio do PESN foi de 3,29 em superfície e de 3,40 em subsuperficie. Ao considerar todos os sistemas em conjunto, na camada superficial, observou-se uma correlação entre os valores de PESN variando inversamente com o teor de COT. No entanto, o aumento dos valores de PESN em profundidade só ocorreu para os sistemas PAST e CER, coerente com os maiores teores de COT verificados na camada superficial destes sistemas. Os valores do ponto de carga zero estimado (PCZest), a partir dos valores de pH determinado em água e em suspensão de HCl 1 mol L-1,ficaram próximos aos do PESN, demonstrando a boa correlação entre essas formas de determinação do ponto de equilíbrio de cargas.

Referência:

PASSOS, Gabriella de Oliveira. Carbono orgânico e eletroquímica de latossolo submetido a sistemas de manejo no cerrado. 2012. 46 f., il. Monografia (Bacharelado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

Disponível em:

);