Soberania e segurança alimentar na perspectiva dos jovens Kalunga da comunidade Vão de Almas

Autor(a):

Valdir Fernandes da Cunha

Resumo:

A presente pesquisa faz uma análise dos aspectos relacionados à Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional da comunidade Kalunga Vão de Almas, no nordeste goiano, a partir das perspectivas dos jovens, fortalecendo o diálogo produtivo entre gerações. A partir de entrevistas, rodas de conversa e práticas de plantios foram identificadas as principais mudanças nas práticas alimentares Kalunga, os fatores que as influenciam, assim como estratégias alternativas de manutenção da produção alimentar local, desenvolvendo um diálogo de saberes produtivos entre gerações, compreendendo o motivo da baixa participação dos jovens na produção alimentar. Fatores externos como programas de governo, pessoas assalariadas, distribuição de cestas básicas e as mudanças climáticas influenciam diretamente na Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional da Comunidade. Ressalta-se que mesmo assim nós quilombolas não deixamos de cultivar os nossos próprios alimentos agroecológicos para o abastecimento e consumo local em interação com o cerrado.

Referência:

CUNHA, Valdir Fernandes da. Soberania e segurança alimentar na perspectiva dos jovens Kalunga da comunidade Vão de Almas. 2018. 133 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, 2018.

Disponível em:

);