Serrasalmus spilopleura Kner, 1858.

CP 8,8 cm

Nome(s) popular(es):

Piranha.

Tamanho

até 23,0 cm de comprimento padrão.

Alimentação

Principalmente peixes, insetos e invertebrados.

Nome Xavante:

Wa’watópré.

Dimorfismo sexual secundário

Sem traços óbvios.

Usos e importância da espécie

Consumida como alimento, aquariofilia, classicamente inferida como elo importante na cadeia alimentar dos jacarés.

Descrição da espécie

Corpo alto, fortemente comprimido lateralmente e recoberto por escamas ciclóides, pequenas; quilha serrilhada no peito formada por espinhos; perfil dorsal anterior reto sobre a cabeça; boca ligeiramente superior, com dentes tricúspides em série única no pré-maxilar e no dentário. Manchas negras difusas pelo corpo; nadadeira anal longa e adiposa de base curta; caudal com faixa escura submarginal, a ponta dos raios clara; anal com faixa escura submarginal menos conspícua. Espécie frequente e numerosa nas lagoas marginais dos riachos e córregos do PESA.

Referência:

Venere, Paulo Cesar; Garutti, Valdener.Peixes do Cerrado-Parque Estadual da Serra Azul-Rio Araguaia, MT. São Carlos: RiMa Editora, FAPEMAT, 2011.p.67.

);