Semeadura direta de 36 espécies nativas em área de pastagem abandonada no Distrito Federal

Autor(a):

Jussara Barbosa Leite

Resumo:

O presente estudo teve por objetivo avaliar a porcentagem de plântulas estabelecidadas em campo, e a sobrevivência de 36 espécies nativas arbóreas plantadas via semeadura direta manual, em duas áreas de pastagens abandonadas sobre Neossolo Regolítico, sendo uma levemente inclinada (Área 1) e outra mais inclinada e erodida (Área 2), próximas das margens de uma Mata de Galeria no Distrito Federal. A semeadura, que ocorreu durante o mês de dezembro de 2013, foi realizada em pequenas covas com adição de substrato comercial à base de casca de Pinus sp., que buscou facilitar as condições iniciais de emergência e sobrevivência das espécies. Em cada cova plantou-se de uma a dez sementes das espécies selecionadas, totalizando 11.550 sementes. As sementes não passaram por nenhum tratamento de quebra de dormência. O senso foi realizado aos 120 dias, 1 ano, 1,5 anos e 2 anos da semeadura. Aos 120 dias foram encontradas um total de 1.283 e 706 plântulas em campo, respectivamente nas Áreas 1 e 2. Em ambas as áreas, as espécies que se destacaram quanto a porcentagem (>20%) de número de plântulas no campo foram: H. courbaril, E. dysenterica e T. aurea. Já após 2 anos da semeadura nas Áreas 1 e 2, foram encontradas, respectivamente, 1.342 (11,61%) e 594 (4,75%) plântulas sobreviventes. Nessas áreas, após 2 anos da semeadura, duas espécies sobressaíram quanto as taxas de sobrevivência total (>20%): H. courbaril e E. dysenterica. A Área 2, que é a área mais inclinada e erodida, mostrou-se, no geral, uma menor porcentagem de sobrevivência, indicando que essa condição parece influenciar na sobrevivência das espécies. Em termos gerais, a porcentagem de plântulas encontradas no campo assim como a sobrevivência das espécies foi baixa quando comparada a outros trabalhos, mas significativa, se considerarmos o solo pobre e raso do local, ambiente característico de baixa capacidade suporte.

Referência:

LEITE, Jussara Barbosa. Semeadura direta de 36 espécies nativas em área de pastagem abandonada no Distrito Federal. 2017. 23 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Naturais)—Universidade de Brasília, Planaltina-DF, 2017.

Disponível em:

);