Croton antisyphiliticus

Nomes populares

Pé-de-perdiz, minuano, carijó, alcanforeira

Partes utilizadas

Folhas, raízes

Descrição

Pequeno arbusto com cerca de 30 a 40 centímetros de altura. Costuma ser encontradas em moitas, mas também pode ser encontrada sozinha. Suas folhas são compridas, como uma pena, e possuem coloração que varia entre o verde e o amarelo. As flores do pé-de-perdiz são pequenas, arredondadas e com coloração branco-amarelada. Ela ocorre no Norte (Acre, Amazonas, Pará, Tocantins), no Nordeste (Bahia, Maranhão, Paraíba, Piauí), no Centro-Oeste (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso), no Sudeste (Minas Gerais, São Paulo) e no Sul (Paraná, Santa Catarina).

Uso medicinal

A pé-de-perdiz lisa e peluda têm o mesmo valor medicinal. Tradicionalmente, o uso da pé-de-perdiz lisa é mais indicado para a mulher e, o uso da peluda é mais indicado para o homem.


A raiz da pé-de-perdiz é indicada como anti-inflamatório, depurativo do sangue, para tratar infecções, reumatismo e doenças sexualmente transmissíveis, como a sífilis.


Para a mulher, a pé-de-perdiz é usada para tratar infecção do útero e ovário, estimular gravidez, regular menstruação e limpar o útero, após o parto. Para o homem, é usada para tratar inflamação da próstata (FARMACOPEIA POPULAR DO CERRADO, 2009).

Formas de uso

As partes usadas da pé-de-perdiz para a preparação de remédios caseiros são as folhas e as raízes frescas ou secas.


A raiz da pé-de-perdiz é preparada na forma de garrafada, com vinho branco ou cachaça e, geralmente é associada a outras plantas medicinais. A raiz pode ser usada em pedaços ou em pó.


A raiz é também usada para se preparar chá, que deve ser feito em forma de infusão, escaldando-se a raiz com água fervente.


O pó da pé-de-perdiz pode ser feito misturando folhas e raízes secas, mas normalmente a raiz é usada em maior quantidade. O pó pode ser usado em garrafadas ou para se fazer pomada e pílulas.


As folhas geralmente não são usadas em garrafadas, porque a folha contém mucilagem, e isso torna a garrafada ‘babenta’ (FARMACOPEIA POPULAR DO CERRADO, 2009).

Contraindicações

O uso desta planta não é indicado para mulheres grávidas e crianças.


Os remédios caseiros preparados com álcool não devem ser ingeridos por hipertensos ou por pessoas que estejam utilizando medicamentos (FARMACOPEIA POPULAR DO CERRADO, 2009).

Cuidados

A pé-de-perdiz deve ser usada com cuidado, observando-se as doses recomendadas. Não se tem conhecimento sobre tratamento para intoxicações decorrentes de doses excessivas da planta (FARMACOPEIA POPULAR DO CERRADO, 2009)

Referências:

DIAS, J.E.; LAUREANO, L.C. (Coord.) Farmacopeia Popular do Cerrado. 1 ed. Goiás: Articulação Pacari, 2009.


CORDEIRO, I.; SECCO, R.; CARNEIRO-TORRES, D.S.; LIMA, L.R. de; CARUZO, M.B.R.; BERRY, P.; RIINA, R.; SILVA, O.L.M.; SILVA, M.J.da; SODRÉ, R.C. 2015 Croton in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB17501>.

);