Licenciatura em Educação do Campo: ressignificando a relação entre a pós-graduação e a graduação na práxis da docência

Autor(a):

Sérgio Luiz Texeira

Resumo:

O presente trabalho tem como objetivo compreender e analisar as estratégias desenvolvidas pela Licenciatura em Educação do Campo (LEdoC) da Universidade de Brasília no processo formativo de educadores, em colaboração com os pósgraduandos do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), Linha de Pesquisa Educação Ambiental e Educação do Campo. A metodologia da pesquisa, de abordagem quali-quantitativa, foi baseada no Materialismo Histórico Dialético, tendo como alicerces as categorias “totalidade”, “contradição” e “mediação”. Para a geração dos dados, o pesquisador utilizou a pesquisa participante, empregando os seguintes instrumentos: observação participante, diário de bordo, rodas de conversa, checagem da lista de matrículas do curso, análise do Projeto Político Pedagógico (PPP) da LEdoC e dos planos de ensino dos componentes curriculares. Foram utilizadas as seguintes técnicas de geração de dados: a) checagem da quantidade de educandos nas turmas vigentes do curso; c) acompanhamento e registro das reuniões de planejamento e as atividades executadas pelos pós-graduandos no decorrer da inserção docente na LEdoC; d) realização de entrevistas com os graduandos e mestrandos que participaram dos momentos formativos; e) realização de rodas de conversas com os doutorandos que participaram da inserção. Ocorreram seis encontros formativos (quatro inserções estágio docência, um seminário Tempo Comunidade e um seminário sobre os 10 anos da LEdoC), que aconteceram no biênio 2016-2017. A conclusão da pesquisa evidencia que o curso da LEdoC conta com a presença significativa de dois tipos de educandos, os Kalungas e as mulheres. Dos princípios constitutivos do Projeto Político Pedagógico do curso, a Pedagogia da Alternância, a organicidade, o trabalho coletivo e a interdisciplinaridade são mais presentes. O tempo curto da inserção para o aprofundamento teórico-prático dos conceitos curriculares propostos e a dificuldade de os educandos produzirem textos acadêmicos como instrumentos de avaliação do processo de ensino-aprendizagem são os principais limites da experiência formativa. As estratégias formativas das inserções dos pós-graduandos nas turmas da LEdoC, com ênfase no trabalho coletivo, contribuíram com o processo formativo dos educadores. Os graduandos demonstraram que apreenderam os conceitos teóricos e que os estão incorporando em sua prática docente na escola do campo. Os pós-graduandos compreenderam a importância dos princípios formativos da LEdoC para o processo formativo de educadores e expressaram a intenção de continuar na atividade docente.

Referência:

TEIXEIRA, Sérgio Luiz. Licenciatura em Educação do Campo: ressignificando a relação entre a pós-graduação e a graduação na práxis da docência. 2018. 188 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.

 

Disponível em:

);