Jaguarundi

Nomes comuns: Jaguarundi, gato-mourisco, gato-vermelho.

 

Nome em inglês: Jaguarondi, eira cat, otter cat.

 

Ameaças e conservação: Perda e fragmentação de habitats, principalmente pela expansão agropecuária, assim como a caça cultural ou retaliatória em casos de conflitos com proprietários rurais, atropelamentos e queimadas afetam diretamente a sobrevivência dos indivíduos. Como medidas de conservação é importante: 1) Destacar a utilização dos felinos como “espécies bandeira” em atividades de Educação Ambiental, principalmente no meio rural, com as crianças e trabalhadores rurais como público-alvo; 2) Manutenção ou restauração da conectividade em ambientes com características originais (nativos); 3) Ações para a conservação em áreas privadas; 4) Ampliação das unidades de conservação. É classificado pelo MMA (Ministério do Meio Ambiente, 2014) como espécie VULNERÁVEL.

 

Comprimento total: 1,40 m (média).

 

Peso: 6 kg (média).

 

Dieta: Mamíferos de pequeno e médio porte (terrestres e arborícolas), aves, serpentes, lagartos e anfíbios.

 

Número de filhotes: 1 a 4.

 

Gestação: 63 a 75 dias.

 

Longevidade: 18,6 anos (cativeiro).

 

Estrutura social: Solitário.

 

Padrão de atividade: Diurno e crepuscular.

 

Distribuição geográfica: Ocorre na América do Norte, Central e do Sul. Tem ampla distribuição pelo Brasil, porém ocorre em baixas densidades populacionais.

 

Habitat: Florestas de planícies e matas, utilizando ambientes florestais primários e secundários, restingas, cerrado, manguezais e plantações de eucalipto.

 

Descrição física: Felino com um corpo característico: alongado e delgado, com cabeça pequena e achatada, pernas e orelhas curtas e cauda longa. Sua coloração varia do marrom bem escuro passando pelo avermelhado ao bege, sendo que os indivíduos mais escuros estão associados a ambiente de floresta enquanto que os mais claros são comuns em regiões mais secas.

 

Fonte: Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros – CENAP/ICMBio, Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/cenap/carnivoros-brasileiros.html Acesso em: 31.agosto.2021

);