História da terra e do homem no Planalto Central: eco-história do Distrito Federal – do indígena ao colonizador

Link para o livro

Autor

Paulo Bertran

Título

História da terra e do homem no Planalto Central: eco-história do Distrito Federal – do indígena ao colonizador

Editora

Solo

Ano

1994

Assuntos

História, Eco-história, Distrito Federal

Síntese

A construção de Brasília no Planalto Central invisibilizou a história dos grupos pré-históricos, dos indígenas, dos quilombolas, dos bandeirantes paulistas, dosjesuitas, dos criadores de gado, dos goianos. Invisibilizou as Estradas Reais que atravessaram o Brasil Central no período colonial, inclusive as duas que cortavem o território do atual Distrito Federal. Uma delas seguia em direção a Salvador, cruzando Brazlândia, Sobradinho e Planaltina. A outra, rumo ao Rio deJaneiro, passava pela Ponte Alta, no Gama. Invisibilizou o Planalto aurífero e as minas de ouro encontradas nas cidaes de Goiás, Pirenópolis, Corumbá, Luziânia, Santo Antônio do Descoberto, Jaraguá, Cavalcante. Invisibilizou as antigas fazendas centenárias goianas, que tiveram suas terras desapropriadas para a construção da nova capital. Fazendas, aliás, dentro do Distrito Federal , que pertenciam a Luziânia, Planaltina e Formosa. Isso mesmo! Luziânia, Planaltina, Formosa, Brazlândia, Pirenópolis, Corumbá, Cristalina já existiam. Brasília chegou depois… Bem depois… Depois de algumas dessas cidades já comemoravam 200 anos de idade. O andarilho cerratense Paulo Bertran visibilizou tudo iusso ao escrever esta “História da Terra e do Homem no Planalto Central – A Eco-história do Distrito Federal, do indígena ao colonizador”.

Referência

BERTRAN, P. História da terra e do homem no Planalto Central: eco-história do Distrito Federal – do indígena ao colonizador. Brasília: Solo, 1994.

);