Formação de professores na perspectiva da epistemologia da práxis: análise da atuação dos egressos do curso de licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília

Autor(a):

Márcia Mariana Bittencourt

Resumo:

A tese intitulada “Formação de professores na perspectiva da Epistemologia da Práxis: análise da atuação dos egressos do curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília” é resultado do projeto de pesquisa desenvolvido no âmbito do programa de Pós-Graduação em Educação na mesma universidade. A pesquisa objetivou analisar a contribuição dos egressos para os princípios formativos desenvolvidos no curso de Licenciatura em Educação do Campo e a contribuição dos mesmos para a Política Pública de Formação de Educadores do Campo no Brasil, no sentido de compreender a formação na perspectiva da práxis criativo revolucionária. Para alcançarmos esse objetivo geral analisamos a Educação do Campo como novo paradigma no cenário educacional brasileiro, pautado pelo debate da questão agrária, em contraposição à Educação Rural e ao modelo da reprodução capitalista para o Brasil. Constatamos que o curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília, no contexto da regulamentação do Procampo como política de formação de professores, vem apresentando profundos elementos de transformar(ação) pedagógica que têm inovado na Organização e Método do Trabalho Pedagógico (OMTP) e na gestão da educação superior brasileira. Constatamos ainda que no que tange à produção de conhecimento gerada pelos egressos na formação continuada no âmbito da pós graduação (especialização e mestrado), os mesmos desenvolveram práticas pedagógicas no contexto da Epistemologia da Práxis. Utilizamos os referenciais epistemológicos do Materialismo Histórico Dialético para desenvolver a pesquisa, pautando-nos no desafio de ancorar os métodos de análise científica na realidade brasileira e na práxis. Concluímos que os egressos do Curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília incorporaram os princípios da proposição inicial realizada pelo Movimento da Educação do Campo no processo de institucionalização na Educação Superior Brasileira, tendo sua prática pautada pela perspectiva crítica emancipadora.

Referência:

BRITO, Márcia Mariana Bittencourt. Formação de professores na perspectiva da epistemologia da práxis: análise da atuação dos egressos do curso de licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília. 2017. 348 f., il. Tese (Doutorado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

Disponível em:

);