Estratégias de revegetação de pastagem degradada em Patos de Minas – MG

Autor(a):

Vinícius de Morais Machado

Resumo:

Os estudos de recuperação de áreas degradadas evoluíram quanto às técnicas utilizadas ao longo dos anos e ainda há uma lacuna a ser preenchida por técnicas que visam o reestabelecimento das áreas degradadas do bioma Cerrado. Tais estudos ganharam notória importância visto que minimizam os impactos ambientais ao passo que readéquam áreas abandonadas ou com funções físicas, químicas, biológicas, e até mesmo econômicas, limitadas. O trabalho está estruturado em quatro capítulos que se diferenciam quanto as técnicas de recuperação utilizadas. Foi realizado uma investigação do banco de sementes do solo, que compreende as sementes em estado de dormência ou associadas à serapilheira, que em condições favoráveis, germinam e estabelece uma vegetação condizente com a composição potencial pós-degradação, chegando-se a conclusão de que o banco é caracterizado principalmente pela presença de espécies alóctones. Foi proposto o plantio de mudas em linhas utilizando diferentes condicionantes do solo para melhor desenvolvimento das mesmas, bem como, o plantio adensado em grupos de Anderson, na tentativa de promover o controle cultural das plantas infestantes no local de estudo. Nessas áreas em que se predominam as plantas infestantes o controle químico, por meio de herbicidas, principalmente à base de glyphosate torna-se mais eficiente e menos oneroso. Os herbicidas quando não aplicados com os equipamentos e recomendações adequadas podem gerar um efeito deriva resvalando nas mudas utilizadas no plantio de recuperação, causando danos às mesmas, logo, há a necessidade de encontrar espécies florestais que podem ser utilizadas na recuperação de áreas degradadas e que sejam menos sensíveis ao efeito da deriva do glyphosate, já que muitas áreas destinadas à recuperação são também limítrofes a campos agrícolas, de forma que torne possível facilitar o manejo das plantas infestantes promovendo o rápido desenvolvimento da espécie de interesse. Assim, o presente estudo tem por objetivo avaliar a composição e vigor do banco de sementes de solo, o desempenho das espécies sob diferentes condicionantes de solo, os grupos de Anderson e a sensibilidade de espécies nativas ao herbicida glyphosate no intuito de subsidiar programas de recuperação de áreas degradadas.

Referência:

MACHADO, Vinícius de Morais. Estratégias de revegetação de pastagem degradada em Patos de Minas – MG. 2018. 88 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Florestais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.

Disponível em:

);