Ciclagem biogeoquímica e modelagem de biomassa e nutrientes em povoamento de eucalipto em solo do Cerrado

Autor(a):

Marco Bruno Xavier Valadão

Resumo:

O estudo ciclagem de nutrientes em povoamento de eucalipto em solo do Cerrado foi o tema principal do documento de tese de doutorado. O estudo foi conduzido na Fazenda Água Limpa – FAL, a qual pertence à Universidade de Brasília – UnB, situada no Distrito Federal. O povoamento selecionado apresentava área total de 3,29 ha e foi estabelecido em janeiro de 2010. O plantio do clone I224, híbrido de Eucalyptus urophylla S.T. Blake x Eucalyptus grandis Hill ex-Maiden foi realizado em espaçamento 3 x 2 m. O solo do plantio foi descrito como um Latossolo Vermelho de baixa fertilidade. Por meio da análise de parâmetros como a produção e acúmulo de serapilheira, decomposição foliar, química e física do solo e modelagem de nutrientes foi possível compreender a relevância da quantidade e qualidade dos resíduos orgânicos em povoamentos florestais. No primeiro capítulo foi possível constatar a alta produção e acúmulo de serapilheira em povoamento de eucalipto, porém com uma decomposição mais lenta. No segundo, verificou-se que a remoção da camada de serapilheira do solo acarretou em aumento no tempo estimado de decomposição foliar, alterou a concentração de potássio ao longo do perfil do solo. O terceiro e último capítulo atestou a viabilidade de se utilizar modelos consagrados no âmbito florestal, como o modelo de Schumacher-Hall na estimativa de nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio e magnésio da biomassa aérea e raízes em plantio de eucalipto. Ao abordar aspectos da ciclagem biogeoquímica em povoamento florestal, este trabalho ressalta a importância do papel da eucaliptocultura na manutenção dos padrões de produção sustentável em um bioma tão devastado como o Cerrado.

Referência:

VALADÃO, Marco Bruno Xavier. Ciclagem biogeoquímica e modelagem de biomassa e nutrientes em povoamento de eucalipto em solo do Cerrado. 2019. xv, 78 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Florestais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.

Disponível em:

);