Causo do Osso, 2001

E aí, quando eu peguei naquele osso pra jogá ele lá nu curral, eu oei, ele tava cum miolu bonitu. Ai eu pensei: “eu tô sozim aqui, vou proveitá esse trem”. Pelejei pra chupa ele: ele tava mei garradu. Aí eu tambuei esse dedo na broca dele, assim por baixo, fui empurrano e mamanu da outra banda. Foi até que, quando eu tava lambeno a cabeça du dedo, eu fui tira u dedo, cadê, rapaz! U coro empelotava lá na frente assim que num dava de si de jeitu nenhum… eu trucia ele assim, queria rasgá u coro e num sai memo.
 
 
);