Cânion do Rio Poti, PI

Local: Cânion do Rio Poti, PI


Descrição do local: Em seu estado quase original, de uma atmosfera quase transcendental e de puro encantamento, o Cânion do rio Poti é um paraíso no meio do sertão nordestino que reúne, em um só lugar, rio, pedras, cachoeiras, fendas geológicas, fauna, flora, arte rupestre e pontos para aventuras radicais.


O cânion do rio Poti é um lugar simplesmente sensacional, com uma beleza incalculável. Navegar pelo rio Poti no cânion é ser acompanhado(a) por paredões de pedras com aproximadamente 60 metros de altura, que formam enormes fendas geológicas, abertas pela natureza e o rio.


Em um trecho chamado Poço da Bebidinha, ponto que é bastante preservado, há um grande acervo de arte rupestre, de importância histórica e de grande interesse de pesquisadores.


Ao andar e navegar pelo local você se depara com muitas plantas entre as pedras e uma vegetação de transição entre a caatinga e o cerrado, além de ver muitos animais, como lagartos, roedores e diversas aves.


Como chegar: Assim que chegar no município de Castelo do Piauí, zere o odometro em frente à prefeitura e ao Banco do Brasil. Depois é só seguir direto no calçamento pelo caminho que passa pela linha do trem até chegar em uma estrada de piçarra. Até aqui você terá percorrido apenas 0,9 km, até encontrar a igreja da Cohab. Do balão(rotatória) que dá início à estrada de piçarra até o parque do cânion serão 45 km.  


Seguindo por essa estrada de piçarra, em 1,7km você encontrará uma bifurcação, onde terá que permanecer pela via principal. Já com 1,9 km pegue a esquerda e, em 200 metros à frente, passará por um “mata-burro”. Mantenha-se pela principal até 8 km, onde chegará no assentamento Angico Branco. Nesse momento, vire à esquerda e siga em frente. 


Em 20,2 km você verá uma outra um bifurcação, onde seguirá pela via principal, ou seja, pela esquerda. Quando chegar em 25,7 km, permaneça pela via principal, dessa vez, a sua direita. Siga em frente, onde, em 26,6 km, encontrará outro “mata-burro”, referência que indica a divisa dos municípios de Castelo do Piauí e Buriti dos Montes.


Ao chegar em 31 km percorridos, você passará próximo da parede de uma barragem. Nesse momento, pegue a direita e siga em frente até passar pelo assentamento Miraíma. Em 32,9 km, após o “mata-burro”, em frente ao lago, pegue a esquerda. Continue a seguir e, em 41,8 km, você já vai entrar na área do parque estadual cânion do rio Poti. Ao passar da sede da fazenda do Enjeitado é só pegar a direita, seguir em frente, e pronto, chegou ao seu destino!


Dicas: Para chegar até o cânion, há duas rotas, uma pelo município de Juazeiro do Piauí e a outra por Castelo do Piauí.  Porém, o acesso que é mais usado e fácil tem como porta de entrada o município de Castelo do Piauí, pela fazenda do Enjeitado.

Mas caso queria sair de sua cidade já com todo o roteiro montado e com uma equipe que conhece bem toda a região, é só entrar em contato com o pessoal da Adrenalina, por meio do Maurício. Os telefones são (86) 999973-6851 / 98177-0924. 




Fonte: https://www.conhecaopiaui.com/noticia/canion-do-rio-poti-detalhes-e-dicas-desse-tesouro-no-sertao-do-nordeste

);