Avaliação de plantio de restauração ecológica por meio da semeadura direta no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Autor(a):

Elton Baia Lopes de Oliveira

Resumo:

Para restaurar os processos ecológicos e a biodiversidade em savanas e campos estagnados com dominância de gramíneas exóticas, é necessária intervenção para reduzir ou eliminar a dominância de espécies exóticas e reintroduzir espécies nativas. Semeadura direta é uma metodologia que vem se confirmando eficiente para a reintrodução de espécies nativas, uma vez que grande parte das ações de restauração é feita por meio do plantio de mudas, o que torna o processo mais oneroso e com elevados custos. Neste trabalho apresentamos os resultados de um levantamento realizado no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, numa área de 57ha, semeada em novembro de 2016. O objetivo do trabalho foi verificar a eficiência do plantio e expor dados seguros que possam contribuir com informações para a seleção de espécies utilizadas em plantios de restauração por semeadura direta de áreas de Cerrado convertidas em pastagens. Para o levantamento dos dados, lançou-se aleatoriamente 10 parcelas de 20x20me pelo método “Line-point-intercept”, obteve-seo percentual de cobertura de solo por plantas divididas em quatro categorias: arbustos e ervas nativas semeadas (ARBHERB), gramínea exótica invasora (GEI), árvores (ARVORE) e espécies nativas não plantadas (NP). Calculou-se a diversidade pelo índicede Shannon-Weaver para as espécies de ARVORE e comparou os dados coma Resolução SMANº32 de SP e outros trabalhos científicos relacionados à restauração por semeadura direta em campo. Á área restaurada obteve índice de diversidade na ordem de 1,037e para a cobertura de solo, ocorreram valores médios para ARBHERB superior a 101%,GEI 29,15%,1,08% para ARVORE e 4,7% para NP. Ao comparar com a INNº 32, obtiveram-se resultados máximos, no qual evidencia o sucesso do plantio. Espécies chaves como Andropogon fastigiatus, Lepdaploaaurea, Stylosanthes sp. e Aristida sp., são fundamentais uma vez que se estabelecem e reproduzem facilmente, permanecendo por longos períodos no sistema, colonizando regiões com solo exposto e competindo com espécies invasoras. Em geral, os resultados mostram que é possível estabelecer rapidamente cobertura do solo por plantas nativas através de semeadura direta de gramíneas e arbustos, o que permite eliminar a dominância de gramíneas exóticas e reestabelecer estrutura de savana mesmo após distúrbio severo em Cerrado.

Referência:

OLIVEIRA, Elton Baia Lopes de. Avaliação de plantio de restauração ecológica por meio da semeadura direta no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. 2017. viii, 53 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

Disponível em:

);