Análise inseticida de extratos de plantas do bioma Cerrado sobre triatomíneos e larvas de Aedes aegypti

Autor(a):

André Afonso Machado Coêlho 

Resumo:

Apresenta dissertação que tem como objetivo de verificar a ação inseticida de plantas nativas do Cerrado contra os vetores Rhodnius milesi, Dipetalogaster maxima e Aedes aegypti, foram testados diversos extratos brutos de folha, caule, raiz, fruto e flor em ninfas de quarto estádio de R. milesi (ver Schmeda Hirschmann & Rojas de Arias, 1992), primeiro estádio de D. maxima (ver Leite et al., 1987) e em larvas do 3° estágio de A. aegypti (ver Rodrigues, 2004). Como a principal forma de controle dessas duas doenças é o controle vetorial, busca-se, neste estudo, uma investigação da ação inseticida sobre imaturos desses vetores, visto que impedindo o desenvolvimento dos adultos, impede-se conseqüentemente a reprodução dos mesmos, diminuindo, assim, a densidade populacional e, portanto, reduzindo a prevalência da doença.

Referência:

COÊLHO, André Afonso Machado. Análise inseticida de extratos de plantas do bioma Cerrado sobre triatomíneos e larvas de Aedes aegypti. 98 f. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.

Disponível em:

);