Aldeia do Altiplano

Numa área do Altiplano Leste, 20 pessoas se reuniram para viver entre amigos e cuidar do lugar.

Bacias de infiltração: além de cuidar da estrada, evitando erosão, permite que a água da chuva infiltre no solo, abastecendo o lençol freático. A bacia e seu entorno são cobertos com matéria orgânica. O plantio de árvores e plantas adubadoras ao redor permite melhor infiltração da água.

 

Agrofloresta ou floresta de alimentos alia a conservação dos recursos para a vida (solo, água e biodiversidade) com produção. O solo é sempre coberto com matéria orgânica. As atividades de implantação e manejo são realizadas em mutirão. Essa ação é realizada em parceria com a ONG Mutirão Agroflorestal – Núcleo Brasília.

Foram plantadas mais de 12 mil mudas de árvores nativas. O plantio foi apoiado pelo projeto São Bartolomeu Vivo, com o intuito de contribuir para o reflorestamento da bacia do rio São Bartolomeu. Dentre as espécies plantadas estão: aroeira, aroeira pimenteira, ipê amarelo, ipê roxo, mutamba, angico, jatobá, baru, caju, carvoeiro, ingá, gonçalo alves, canafístula, paineira. Com as árvores, a fauna nativa retorna ao lugar.

Os alimentos são produzidos em policultivo, com consórcio de espécies e rotação de culturas. O solo é sempre coberto. São priorizadas sementes crioulas.

As casas são construídas a partir de aproveitamento de materiais, uso de tora de eucalipto e com tecnologias de bioconstrução, como superadobe e pau-a-pique.