Abramites hypselonotus (Günther, 1868).

CP 8,9 cm

Nome(s) popular(es):

Piauzinho.

Tamanho

Até 14,0 cm de comprimento padrão.

Alimentação

Vermes, algas, plantas aquáticas, crustáceos.

Nome Xavante:

Pe’a wa’ rãmire.

Dimorfismo sexual secundário

Sem traços óbvios. As fêmeas atingem maior porte que os machos.

Uso e importância da espécie

Espécie muito atraente, não só pelo belo padrão do colorido, mas também pelo hábito de manter seu corpo inclinado, sendo assim bastante interessante para o comércio aquariofilista. Como as demais espécies de pequeno porte, Abramites também representa um elo importante na cadeia alimentar dos ambientes onde vive.

Descrição da espécie

Corpo alto e comprimido, recoberto por escamas ciclóides; cabeça afunilada; boca pequena, terminal, com três dentes assimétricos cuspidados no pré-maxilar e três incisiviformes, de borda lisa, no dentário; nadadeira caudal com escamas apenas na base; linha lateral completa, 37-40 escamas; corpo atravessado por oito barras inclinadas irregulares – a terceira fundindo-se com a quarta, e continuando-se na base da nadadeira dorsal. Este peixe ocupa sempre posição de 45o, com a cabeça voltada para baixo. Espécie rara nos riachos e córregos do PESA.

Referência:

Venere, Paulo Cesar; Garutti, Valdener.Peixes do Cerrado-Parque Estadual da Serra Azul-Rio Araguaia, MT. São Carlos: RiMa Editora, FAPEMAT, 2011.p.46.

);