A relação entre trabalho e educação no MST: a experiência educativa do assentamento Eldorado dos Carajás Unaí/MG

Autor(a):

Tiago Roberto Tenroller Manggini

Resumo:

Este estudo teve como propósito investigar a relação entre trabalho e a educação no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra tendo como universo da pesquisa o Assentamento Eldorado dos Carajás em Unaí/MG. A partir de uma visão ampla de educação enquanto processo de formação humana observamos em que medida a luta pela terra e a organização coletiva do assentamento contribui para a construção de outras formas de sociabilidade que apontem para a superação do capitalismo mesmo que dentro de suas margens. A teoria do conhecimento que delineou o trabalho foi o materialismo histórico dialético através de algumas de suas principais categorias de análise apontadas por Cheptulin (1982). A pesquisa se deu por meio de observação, questionários, entrevistas, análise documental. Os resultados nos ajudaram a evidenciar contradições que atravessam o processo em questão, da mesma forma que proporcionaram a constatação das possibilidades de superação da lógica capitalista de alienação do trabalho.

 

Referência:

MANGGINI, Tiago Roberto Tenroller. A relação entre trabalho e educação no MST: a experiência educativa do assentamento Eldorado dos Carajás Unaí/MG. 2012. 177 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

Disponível em:

);