Utilização de dados orbitais para avaliação da integridade das Áreas de Preservação Permanentes (APP) da região administrativa de Planaltina (DF)

Autor(a):

Pryscila Nunes de Otanásio

Resumo:

A região Administrativa de Planaltina abrange uma área de 1.534,69 km², tem como característica possui nascentes das três maiores bacias hidrográficas do Distrito Federal (Tocantins, São Francisco e Paraná), portanto, este trabalho teve como objetivo avaliar a integridades das Áreas de Proteção Permanente (APP) da região. Os procedimentos metodológicos foram divididos em três etapas, onde a primeira etapa foi voltada para a realização do mapeamento da cobertura da terra da região. Para esta etapa, foram utilizados dados do sensor Thematic Mapper (TM) a bordo do satélite Landsat 5. Foi realizada vetorização digital em tela para a delimitação das classes de cobertura da terra em dois níveis categóricos. A segunda foi referente à determinação das APP a partir de um buffer de 30 m gerado em torno da drenagem da área de estudo e 50 metros ao redor das nascentes. Por fim, na terceira etapa foi realizada a sobreposição dos produtos gerados nas duas primeiras etapas, com intuito de obter valores quantitativos referentes à cobertura da terra dentro das áreas delimitadas como APP. A análise possibilitou observar que a área total das APP é de 42,40 km2, onde cerca de 27,39 km2 das áreas estão em conformidade com a lei, ou seja, estão com cobertura natural. Em contrapartida, 14,40 km2 são utilizados por atividades agropastoris, o que torna necessário uma melhor aplicabilidade das diretrizes definidas pela legislação. A metodologia mostrou-se como uma importante ferramenta para o auxílio na identificação de áreas em desconformidade com a lei e um instrumento de subsídio para formulação de planos de gestão dos recursos naturais.

Referência:

OTANÁSIO, Pryscila Nunes de. Utilização de dados orbitais para avaliação da integridade das Áreas de Preservação Permanentes (APP) da região administrativa de Planaltina (DF). 2014. 45 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Gestão Ambiental)—Universidade de Brasília, Planaltina, 2014.

Disponível em:

);