Pristigaster cayana Cuvier, 1829.

CP 11,6 cm

Nome(s) popular(es):

Papuda.

Nome Xavante:

Pedzarébétó’mrã.

Tamanho

Até 14,5 cm de comprimento padrão.

Alimentação

Insetívora, alimentando-se principalmente de insetos terrestres.

Dimorfismo sexual secundário

Sem traços óbvios.

Usos e importância da espécie

Esta espécie não é muito apreciada como alimento; elo importante na cadeia alimentar dos ambientes onde vive.

Descrição da espécie

Corpo relativamente alto, comprimido lateralmente e recoberto por escamas ciclóides; peito desenvolvido, com quilha pré-ventral; espinho pré-dorsal (firmemente inserido na musculatura) presente; nadadeiras pélvicas e adiposa ausentes; linha lateral ausente; boca ligeiramente voltada para cima, com dentes bem desenvolvidos em ambas as maxilas e dentes diminutos sobre a língua; caudal bifurcada, com lobos longos. Corpo prateado homogênio em sua maior parte. Espécie freqüente nos cursos inferiores dos riachos e córregos do PESA, principalmente em épocas de águas altas.

Referência:

Venere, Paulo Cesar; Garutti, Valdener.Peixes do Cerrado-Parque Estadual da Serra Azul-Rio Araguaia, MT. São Carlos: RiMa Editora, FAPEMAT, 2011.p.35

);