Mapeamento da Reserva da Biosfera do Cerrado, por meio do índice VANUI

Autor(a):

Ryan Seiji Takahashi

Resumo:

O Cerrado é um bioma de extrema riqueza natural, o qual ao longo dos anos, tem sido ameaçado e tendo sua área reduzida. A UNESCO, no ano de 1993, deu início à criação da Reserva da Biosfera do Cerrado. As Reservas da Biosfera são áreas relevantes para o desenvolvimento sustentável e conservação da biodiversidade, sendo criadas como uma amostra representativa dos ecossistemas característicos de cada região. A área delimitada possui 296.500 km², presente em cinco estados brasileiros. No domínio do sensoriamento remoto foi utilizado o produto MOD13A3 do sensor MODIS, o qual contém o Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) e o Índice de Vegetação Melhorado (EVI), possui dados globais, que são distribuídos mensalmente, das condições da vegetação global, contribuindo eficazmente com o monitoramento da atividade fotossintética. Outro produto utilizado foi obtido pelo Programa de Satélite de Defesa Meteorológico (Defense Meteorological Satellite Program – DMSP), um programa Norte-Americano, no qual, está presente o sensor Operational Linescan System (OLS), que adquire imagens globais noturnas e diurnas nas faixas do visível e infravermelho termal. Um dos dados coletados pelo DMPS/OLS é o NTL (Night Time Light), que mede a luz noturna na superfície terrestre e serve para o monitoramento da urbanização em escala global. O índice VANUI (Vegetation Adjusted NTL Urban Index) baseia-se na correlação inversa entre vegetação e superfícies urbanas e envolve a integração dos dados NTL com os dados NDVI. A partir da aplicação do índice VANUI na Reserva da Biosfera do Cerrado foi possível mapear a dinâmica de ocupação antrópica nas áreas vegetadas em detrimento do avanço das áreas urbanas ao longo de um intervalo de 14 anos (2000 – 2013), período que compreende a criação da reserva e a disponibilidade do dado de luz noturna mais recente, permitindo observar uma expansão urbana de 932,63 km² dentro da reserva, um aumento de 179,32%.

Referência:

TAKAHASHI, Ryan Seiji. Mapeamento da Reserva da Biosfera do Cerrado, por meio do índice VANUI. 2017. 66 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Ambientais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

Disponível em:

);