N.C. Lobelia fistulosa / Fam. Campanulaceae

Nome Popular:
Especificações:

Aceleração molecular. 

2000 e 2006

IDENTIDADE, CONSCIÊNCIA, ÉTICA UNIVERSAL- INTEGRATIVA.


Energia masculina, que integra o conhecimento das leis e princípios morais do Divino. 

Forte, amorosa, segura, generosa e sábia que promove retidão moral. 

Proporciona o surgimento de uma consciência regida por princípios éticos da lei universal, trazendo retidão e incorporação do sagrado, colocando o plano do pai em ação. 

Indicado para pessoas que se abriram para seguir o propósito da consciência UNIVERSAL. 

Canalizado em 2000. 

Liberações das redes planetárias de consciência estabelecida, de distorções da realidade criadas pela humanidade, memórias planetárias. 

Trabalha diretamente no registro do sagrado da sexualidade. Auxilia a liberarmos de papéis sociais viciantes, que os atuais valores sociais inconscientemente apoiam. 

Este é o primeiro passo para recuperar uma identidade mais saudável, emocionalmente completa em si, livre do autoabuso e dos padrões viciados. 

Pode-se, também, promover um distanciamento das obsessões dos quadros compulsivos obsessivos. 

Libera memórias da consciência Kármica. 

Faz a ligação entre o poder pessoal e a identidade, bem como a forma de se relacionar com o mundo exterior, sem corromper a integridade e a autoestima. 

Procura, internamente, encontrar seu próprio significado da verdade e da integridade. As crenças aceitas como verdadeiras, que constituem antigos e deficientes padrões de abuso, começam a desaparecer, à medida que um novo e mais completo significado de vida vem substituí-lo. 

Liberação das identificações do padrão emocional. 

Expande a percepção. Reunião, unificação. 

Floral que trabalha em profundidade e requer seriedade em seu uso. 

Trabalha questões de sexualidade, identidade e poder.

Possibilita vivências mais amorosas entre os seres, emocionalmente completos em si, integração sem codependência. 

Esta energia permite estar em si mesmo, a não se misturar emocionalmente com o outro, a sentir-se seguro. 

O campo do mundo de fora não se mistura com o mundo de dentro. 

Fonte:

GONÇALVES, C. Florais do Cerrado: Chapada dos Veadeiros.

);