Interpretação de indicadores microbiológicos em função da matéria orgânica do solo e dos rendimentos de soja e milho

Autor(a):

André Alves de Castro

Resumo:

A dificuldade na interpretação dos valores individuais dos biondicadores constitui um dos grandes obstáculos a serem transpostos nas avaliações de qualidade do solo. Com base na utilização dos principios dos ensaios de calibração de nutrientes, neste estudo foi elaborada uma proposta de interpretação de atributos microbiológicos (carbono da biomassa microbiana, respiração basal e atividade das enzimas β-glicosidase, celulase, arisulfatase e fosfatase ácida) para Latossolos Vermelhos de Cerrado de textura argilosa e muito argilosa. A proposta foi baseada nas relções desses atributos com o rendimento relativo acumulado de soja e milho (RRA) e com os teores de matéria orgânica do solo (MOS). Em três experimentos de longa duração conduzidos num Latososolo vermelho de textura argilosa e muito argilosa, foram selecionados 24 tratamentos, com conteúdos variáveis de fósforo extraível e, diferentes rendimentos acumulados de grãos de soja e milho. As amostras foram coletadas na profundidade de 0 a 10 cm, em janeiro de 2011. Foram avaliados os teores de MOS, o carbono da biomassa microbiana, respiração basal e a atividade das enzimas β-glicosidase, celulase, arilsulfatase e fosfatase ácida. Todos os atributos microbiologicos foram correlacionados positivamente com o RRA e com a MOS, o que possibilitou a delimitação de classes de suficiência (baixo, médio e adequado) para cada um, em funcao do RRA e da MOS. As tabelas de interpretacao dos atributos microbiologicos desenvolvidas com base nessas relações, foram avaliadas utilizando dados de literatura para a regiao dos cerrados e região sul do Brasil. Nos casos onde houve dissimilaridade entre as classificações dos atributos microbiológicos com a classificacao da MOS, foi possível verificar a importância não so da padronização das metodologias para determinação dos atributos microbiológicos e da MOS, mas também a influência de fatores relacionados a época, profundidade e modo de coleta das amostras de solo. Mesmo assim, apesar dessas limitações, nas duas bases de dados, as avaliações de atividade enzimática apresentaram correlação significativa com a MOS sendo que a β-glicosidase, enzima ligada a ciclagem de carbono, destacou-se com boas chances de utilização em laboratórios comerciais de análise de solo.

Referência:

LOPES, André Alves de Castro. Interpretação de indicadores microbiológicos em função da matéria orgânica do solo e dos rendimentos de soja e milho. 2012. vii, 96 f., il. Dissertação (Mestrado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

Disponível em:

);