Comparação do banco de sementes do solo de três fitofisionomias do bioma cerrado em áreas perturbadas

Autor(a):

Soraia Fonseca Oliveira

Resumo:

Este trabalho visou avaliar germinação e viabilidade das sementes que compõem o banco de sementes do solo de áreas degradadas de Cerrado, Cerradão e Mata de Galeria na Fazenda Água Limpa, em Vargem Bonita, DF, no final da estação chuvosa (maio de 2006). Uma faixa de amostragem de 4000 m² foi instalada em cada área de estudo, as quais haviam sido queimadas no ano de 2005. No interior da faixa de amostragem foram delimitadas aleatóriamente 30 parcelas de 2 x 2 m. Foram coletadas 30 amostras de solo (0,15 x 0,12 x 0,10 m) no interior de cada parcela. Ao longo de 71 dias foram realizadas as avaliações por meio da contagem das plântulas que emergiram do solo coletado e após este período procedeu-se com a secagem, peneiração e a separação direta das sementes que restaram no solo coletado e que não haviam germinado. Foram contabilizados 209 indivíduos nas amostras de solo de cerrado, 626 nas amostras de solo de cerradão e 338 nas de mata de galeria, totalizando 1173 sementes germinadas na avaliação do solo coletado ao final da estação chuvosa. A característica emergência de plântulas foi submetida ao teste de normalidade de Lilliefors, pelo qual verificou-se que a mesma não segue uma distribuição normal, e ao teste de Cochran e Bartlet, pelo qual observou-se a ausência de homocedasticidade. Os diásporos encontrados nas amostras do banco de sementes do solo das três áreas estudadas puderam ser identificados apenas como diásporos de espécies gramíneas ou herbáceas.

Referência:

OLIVEIRA, Soraia Fonseca. Comparação do banco de sementes do solo de três fitofisionomias do bioma cerrado em áreas perturbadas. 2007. 53 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

Disponível em:

);