Aphyocharax alburnus (Gunther, 1869).

3,1 cm

Nome(s) popular(es):

Piaba, piabinha. 

Tamanho

Até 3,5 cm de comprimento padão.

Alimentação

Principalmente algas, crustáceos, larvas 9inclusive de peixes) e insetos aquáticos.

Nome Xavante:

Pe’atõmõtsiwaptó.

Dimorfismo sexual secundário

Os machos maduros apresentam ganchos nas nadadeiras anal, provavelmente um caráter transitório.

Usos e importância da espécie

Potencial para a aquariofilia, elo importante na cadeia alimentar dos ambientes onde vive.

Descrição da espécie

Corpo estreito e comprimido lateralmente; boca terminal; dentes tricúspides, a cúspide mediana maior, em série única na mandíbula (13-20 dentes) e na maxila (9-20 dentes); nadadeira adiposa presente; nadadeira caudal nua; origem da nadadeira anal atrás da vertical da origem da dorsal; dorsal próxima da metade do corpo, linha lateral incompleta. Corpo prateado, mancha umeral negra lembrando uma barra (o que a diferencial facilmente de Aphyocharax sp.1), conspícua caudal vermelha, demais nadadeiras incolores o que a distingue prontamente de Aphyocharax sp.1). Espécie frequente e numerosa nos riachos e córregos do PESA, principalmente nos cursos inferiores.

Referência:

Venere, Paulo Cesar; Garutti, Valdener.Peixes do Cerrado-Parque Estadual da Serra Azul-Rio Araguaia, MT. São Carlos: RiMa Editora, FAPEMAT, 2011.p.68.

);