Museu Casa Guimarães Rosa

João Guimarães Rosa

Nasceu em Cordisburgo/MG em 27 de junho 1908. Em 1917, mudou-se para Belo Horizonte. Em 1925 ingressou na Faculdade de Medicina, formando-se em 1930. Exerceu a medicina em Itaguara/MG (de 1931-32) e Barbacena/MG (1933). Tornou-se diplomata em 1934, atuando como Cônsul Adjunto em Hamburgo/ Alemanha (1938-42); secretário da embaixada em Bogotá/Colômbia (1942-44) e conselheiro da embaixada de Paris/França (1948-51). Em 1936, foi premiado pela Academia Brasileira de Letras por sua coletânea de poemas, publicado, posteriormente, no livro Magma, em 1997. Em 1937, recebeu o prêmio Humberto de Campos pelo conjunto de contos que foram reunidos no Livro Sagarana publicado em 1946. Esta obra recebeu o prêmio Felipe d’Oliveira, em 1946. Em 1952, viajou pelo Sertão de Minas Gerais, experiência que marcou parte de sua obra. Em 1956, escreveu seu único romance, Grande Sertão:Veredas, que recebeu os prêmios Machado de Assis, do Instituto Nacional do Livro e o prêmio Carmem Dolores Barbosa; em 1957 recebe o prêmio Paula Brito. Em 1961 recebeu novamente o prêmio Machado de Assis pelo conjunto de sua obra. Em 1963 o livro Primeiras Estórias recebe o prêmio PEN Clube do Brasil. Faleceu no Rio de Janeiro no dia 19 de novembro de 1967, três dias após tomar posse na Academia Brasileira de Letras. A obra de Guimarães Rosa já foi traduzida para diversos idiomas – francês, inglês, italiano, alemão, espanhol e ganhou importantes adaptações no cinema, teatro, televisão, dança e música.

O Museu preserva um acervo de vários objetos, composto de registros de sua vida profissional como médico e diplomata, objetos de uso pessoal, vestuário, utensílios domésticos, mobiliário e fragmentos do universo rural descrito por Rosa, a exemplo de objetos de montaria e relacionados à atividade pecuária. Também está sob a guarda do Museu uma coleção de cerca de 700 documentos textuais entre os quais merecem referência os registros de caráter pessoal (certidões, correspondência recebida e emitida, documentos escolares), discursos, artigos em periódicos e originais manuscritos ou datilografados, a exemplo de “Tutaméia”, sua última obra publicada.

O Museu Casa Guimarães Rosa constitui, hoje, referência importante para o turismo em Minas, integrando o roteiro tradicional de visitas à Gruta do Maquiné e arredores. Além disso, desde a década de 1980, a instituição também funciona como um centro de atração de pesquisadores nacionais e internacionais, interessados em conhecer o seu acervo, bem como o patrimônio cultural e ambiental disperso nas áreas urbana e rural do município de Cordisburgo. Concomitante a esse crescente interesse de estudiosos e leitores de Rosa, as relações entre o Museu e a comunidade local tornaram-se significadamente estreitas, graças a uma programação de ação cultural, que têm promovido experiências contínuas de apropriação pelo público da obra poética do escritor.

João Guimarães Rosa| Obras

1936 – Magma (poemas; publicado em 1997)
1946 – Sagarana (contos)
1947 – Com o Vaqueiro Mariano (conto)
1956 – Corpo de Baile (atualmente publicado em três partes: Manuelzão e Miguilim, Noites do Sertão e No Urubuquaquá do Pinhém)
1956 – Grande Sertão: Veredas (romance)
1962 – Primeiras Estórias (contos)
1967 – Tutaméia – Terceiras Estórias (contos)
1969 – Essas Estórias (contos) | publicação póstuma.
1970 – Ave, Palavra (contos) | publicação póstuma.

De terça a domingo, das 9h às 17h.

 

O Museu, em parceria com sua Associação de Amigos, promove diversas atividades e eventos culturais na cidade de Cordisburgo, visando a participação intensa dos visitantes e da comunidade. Destaca-se aqui a Semana Rosiana, evento anual, com programação variada, realizado em parceria com a Academia Cordisburguense de Letras, com a Prefeitura e a Câmara Municipal. Para a realização de visitas orientadas, o Museu conta com a atuação do Grupo de Contadores de Estórias Miguilim, que recebe o público narrando trechos da obra de Rosa. A Instituição apoia, ainda, o Grupo Caminhos do Sertão na realização de caminhadas ecoliterárias por trajetos do sertão descritos nos livros do autor.

Museu Casa Guimarães Rosa

Rua Padre João, 744 – Cordisburgo

Fone: +55 (31) 3715-1425

Email: museuguimaraesrosa@cultura.mg.gov.br