Sítios naturais sagrados no Cerrado

Essa expressão, cunhada internacionalmente (originalmente em inglês “sacred natural sites”), vem sendo utilizada para se referir a elementos da natureza que tem algum significado espiritual ou simbólico especial para determinados grupos sociais. São montanhas, cavernas, rios, cachoeiras, lagos, nascentes, praias, árvores e outros elementos das paisagens relacionados com lendas, mitos e histórias de povos indígenas, populações tradicionais, religiões e linhas espiritualistas, ou para a sociedade em geral. 

Lugares encantados, espalhados por todo o mundo, que se diferenciam dos “sítios arqueológicos” por não terem sido criados pelos seres humanos, mas sendo por eles reconhecidos como naturalmente dotados de uma energia especial, comumente envoltos em uma aura de mistério, magia e milagres! Os sítios sagrados nos conectam com sabedorias ancestrais e com a sacralidade da natureza. E nos convidam a reencantar as matas, os campos, os rios e mares e recuperar a capacidade de nos assombrarmos e nos maravilharmos. O Brasil, "gigante pela própria natureza" e com toda a sua riqueza cultural, é cheio de lugares desse tipo. Em um levantamento nacional que vem sendo realizado pela iniciativa Sítios Naturais Sagrados do Brasil (http://sitiosnaturaissagrados.org), mais de mil sítios já foram registrados.
Mas a maior parte desses lugares carece de iniciativas de valorização e proteção, em um país que ainda desconhece o potencial e a importância desse legado.

Os sítios naturais sagrados são considerados um fenômeno universal, presente em todas as sociedades humanas desde a antiguidade, encontrados ainda na atualidade em uma ampla gama de contextos geográficos e culturais. 

Essas áreas essencialmente naturais podem ser também consagradas com símbolos, artefatos e construções humanas. São lugares que infundem respeito e admiração, espaços de revelação, reverência, cura, inspiração, comunhão com a natureza, morada de divindades ou espíritos ancestrais. 

São visitados em ocasiões especiais para a realização de práticas individuais ou coletivas. Expressam valores ancestrais e a compreensão da sacralidade da natureza que permeia a visão de mundo de diversos grupos sociais sendo, muitas vezes, fundamentais na conformação de seus territórios e identidades.

Muitos deles estão sujeitos a regras especiais de acesso e uso, favorecendo a manutenção de áreas bem conservadas, por vezes há centenas de anos, resultando em valiosos refúgios de biodiversidade. 

Isso tem despertado o interesse de organizações mundiais que fomentam estratégias de proteção da natureza, que vêm incentivando o reconhecimento e salvaguarda desses sítios nas políticas públicas nacionais e regionais.

Contrastando com a sua importância social, entretanto, os sítios naturais sagrados ainda são pouco abordados nas pesquisas acadêmicas e pela mídia em geral. Representam uma faceta em grande parte ainda desconhecida do nosso patrimônio natural e cultural, vinculada à configuração da própria identidade nacional.

O Cerrado, bioma do coração do Brasil, que ocupa quase ¼ do território, guarda muitas belezas e encantos, incluindo centenas de sítios sagrados.

Vamos conhecer alguns deles?

Serra da Piedade/MG (Em breve)

Embarque você também nessa incrível aventura de descobrir os lugares de natureza encantada da nossa terra brasilis


Acompanhe a publicação de novas histórias no blog
snsbrasil.blogspot.com e no Instagram @snsbrasil.

ENTRE SANTOS, ENCANTADOS E ORIXÁS: UMA JORNADA PELA DIVERSIDADE DE SNS DO BRASIL
FERNANDES-PINTO, E. & IRVING, M. A. 2018. Disponível em revistas.ufpr.br/made/article/view/57281

SÍTIOS NATURAIS SAGRADOS DO BRASIL: INSPIRAÇÕES PARA O REENCANTAMENTO DAS ÁREAS PROTEGIDAS.
FERNANDES-PINTO, E. 2017. Tese de Doutorado. Programa EICOS Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em https://goo.gl/ZNCE11