Xacriabás

Matako: a origem da onça: 

 

Um homem foi pescar em companhia da mulher. Subiu numa árvore para capturar papagaios, e os jogava para a mulher. Mas ela os devorava. 

“Por que você está comendo os papagaios?”, perguntou ele.  

Assim que ele desceu da árvore, ela lhe quebrou o pescoço com uma dentada. Quando ela voltou para a aldeia, os filhos correram para ver o que ela trazia. Ela lhes mostrou a cabeça do pai, dizendo que era uma cabeça de tatu. Durante a noite, ela comeu os filhos e foi para o mato. Ela havia se transformado em onça. As onças são mulheres. 

 

Fonte:

MARIA, G. O POVO XACRIABÁ: Luta, História, Mito e Literatura. UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Mestrado Profissional Interdisciplinar em Ciências Humanas, 2016. p. 66. 

);