Grupo Kirá e a Ribanceira

Nascendo no meio do Cerrado, o grupo Kirá e a Ribanceira tem raízes nordestinas, com identidade e personalidade próprias.

 

A banda faz uma “marmelada” misturando ritmos e sotaques com letras que trazem características urbanas e rurais do Cerrado brasileiro, contrastando os dois.

 

As letras trazem também alertas às ameaças que o Cerrado sofre, bem como destaca suas maravilhas!

 

Contatos: 

Canal do YouTube: http://youtube.com/c/KiraeaRibanceira

Instagram: https://www.instagram.com/kiraearibanceira/

Fone: (61) 98353-3839

Baião do Cerrado (Pedro Badke)

Cascavel balançou o chocalho

Carcará vai do galho pro chão

Siriema cantando ao orvalho

O Cerrado também tem baião

 

E o esturro da onça-pintada

Acelera o meu coração

Magnífica à beira da estrada

Nos seus olhos reflete o sertão

 

Que barulho é esse?

Ó meu deus!

Tem alerta na mata, atenção!

Motosserra cortando o Cerrado

E chegando a civilização

 

E com ela vem trigo e vem soja

É a cara da plantação

A Peroba e o Ipê viram cinzas

Campo sujo agora é carvão

 

O Tamanduá e o Tatu

Fugindo do fogo na vegetação

O capanga pôs fogo no mato

Criminoso o incêndio, ladrão

 

As araras no alto

Embaixo outra situação

O Guará corre toda a planície

A fumaça ofusca a visão

 

E o fogo passa

O verde acorda

A semente vai brotar no chão

O ciclo da vida repete

O Cerrado vai ter mais baião

);