Arte Rupestre em Mato Grosso do Sul

O livro “Arte Rupestre em Mato Grosso do Sul” é a síntese do Projeto “Inventário, Avaliação, Proposição de Medidas de conservação, Preservação, Divulgação e Gestão do Patrimônio Arqueológico de Arte Rupestre do Estado de Mato Grosso do Sul” que registrou 80 sítios arqueológicos, dispersos por diversos municípios de MS.
Aponta o estudo que mais da metade destes sítios estão na Região Norte conhecida no meio científico e cultural como “Rota Norte” onde Alcinópolis é a cidade detentora da maior concentração de sítios arqueológicos num total de 24, sejam eles com pinturas, gravuras ou pinturas e gravuras. São 24 em Alcinópolis, 10 em Rio verde, 04 em Rio Negro, 02 em Costa Rica, 01 em Pedro Gomes, totalizando 41. Além desses há ainda os sítios de três cidades próximas geograficamente como Chapadão do Sul que possui 06, Paraíso das Águas 01, Paranaíba 01 e Jaraguari 01, o que compreende 50 dos 80 sítios registrados.

);