Manifesto em defesa do Cerrado 2017

Apesar da riqueza e importância, a SBPC e a ABC lamentam que o Cerrado esteja sofrendo com as mais altas taxas de desmatamento, que já dizimou metade de sua vegetação. O desflorestamento, somado a práticas “insustentáveis”, segundo alerta a nota, vêm causando a redução dos recursos hídricos e da biodiversidade, comprometendo a própria existência desse bioma.


“Isto compromete não apenas o uso futuro, mas também o uso presente pela população brasileira e pelas iniciativas econômicas vigentes. É vital para a sociedade brasileira que o uso atual do Cerrado não comprometa o futuro do Brasil”, defendem as instituições, ressaltando a importância dos governos Federal e Estaduais implementarem as políticas públicas propostas.  

Nota da Academia Brasileira de Ciências e da Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência em defesa do Cerrado​

);