Cathartes aura (Linnaeus, 1758)

Vocalização

Nome(s) popular(es)

Urubu de Cabeça Vermelha.

História Natural

Ave carniceira comum que habita uma diversidade de ambientes, desde florestas e bosques a campos e desertos, podendo ser encontrado inclusive em áreas urbanas. Possui, porém, uma preferência por áreas de maior altitude. No Cerrado pode ser encontrado em praticamente todos os ambientes, como campos limpos, campos sujos, campos úmidos, savanas, veredas, matas de galeria e matas ciliares. Costuma planar a grandes e pequenas alturas, se mantendo com as asas abertas e raramente as batendo, aproveitando as colunas de ar quente para se sustentar, e se empoleira em grupos sobre árvores para descansar à noite. Se alimenta principalmente de carcaças, utilizando seu olfato altamente apurado para encontrá-las a grandes distâncias. Assim, pode consumir uma grande variedade de animais, porém a maior parte de sua dieta inclui carcaças de mamíferos, inclusive aqueles de criação pecuária e vítimas de atropelamento. Também pode, ocasionalmente, se alimentar de pequenos frutos de palmeiras. Geralmente busca seu alimento sozinho, e embora seja maior que o Urubu de Cabeça Preta, pode ser expulso por ele das carcaças devido ao hábito deste de se alimentar em grupos. Raramente caça presas vivas, e quando faz geralmente captura pequenos vertebrados em voos rasantes, como por exemplo ovos e filhotes de outras aves, tartarugas e jacarés. Faz seus ninhos principalmente no solo, entre a vegetação, embora também possa usar ocos de árvores. Põe cerca de 2 ovos e ambos os pais ajudam no cuidado com os filhotes. Os urubus (família Cathartidae), e aves carniceiras em geral, possuem um papel ecológico de extrema importância, pois ao se alimentar de carcaças eliminam do ecossistema toxinas e bactérias do processo de putrefação perigosas a outros organismos, além de reintroduzir os nutrientes da carcaça no ciclo natural. Também ajudam a controlar epidemias dentre as populações naturais, eliminando os cadáveres contaminados ou os animais doentes agonizantes.

Descrição

Mede entre 62 e 81 cm de comprimento. Possui a coloração predominantemente negra, de um preto acastanhado, exceto pelas penas de voo das asas, que são brancas por baixo, só ficando visíveis, porém, ao planar. Sua cabeça não possui penas, e é de cor vermelha, com uma pequena mancha preta na frente dos olhos. Possui a nuca manchada de branco e a ponta do bico clara, curva e pontiaguda. Suas patas são avermelhadas. Ao ser avistado planando, as penas brancas da asa e o tamanho ligeiramente maior ajudam a diferenciá-lo do Urubu de Cabeça Preta.

Distribuição

Possui uma ampla distribuição pelas Américas, ocorrendo desde o Canadá até o extremo sul da Argentina, incluindo praticamente todas as regiões da América Central e do Sul. No Brasil ocorre em todos os estados.

Conservação

Pouco preocupante: não é considerado ameaçado (ICMBio e IUCN) e suas populações se mostram estáveis.

Referências

Batista-da-Silva, J. A., & Souza, A. E. (2014). Complementary diet of Cathartes burrovianus (Cathartidae) with fruit Elaeis guineensis (Arecaceae). Journal of Agricultural Science, 6(11), 58-62.

 

BirdLife International 2018. Cathartes aura . The IUCN Red List of Threatened Species 2018: e.T22697627A131941613. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2018-2.RLTS.T22697627A131941613.en. Downloaded on 05 January 2020.

 

Clements, J. F. (2012). The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press.

 

Gwynne, J. A., Ridgely, R. S., Argel, M., & Tudor, G. (2010). Guia Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado. São Paulo: Horizonte.

 

Hiraldo, F., Delibes, M., & Donazar, J. A. (1991). Comparison of Diets of Turkey Vultures in Three Regions of Northern Mexico. Journal of Field Ornithology, 62(3), 319-324.

 

Houston, D., Kirwan, G.M., Christie, D.A. & Marks, J.S. (2020). Turkey Vulture (Cathartes aura). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. (retrieved from https://www.hbw.com/node/52940 on 5 January 2020).

 

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 2018. Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Brasília: ICMBio. 4162 p.

 

Kelly, N. E., Sparks, D. W., DeVault, T. L., & Rhodes, O. E. (2007). Diet of black and turkey vultures in a forested landscape. The Wilson Journal of Ornithology, 119(2), 267-270.

 

Platt, S. G., Charruau, P., & Rainwater, T. R. (2014). Scavenging of crocodile eggs by vultures (Cathartes aura and Coragyps atratus) in Quintana Roo, Mexico. Bulletin Texas Ornithological Society, 47, 37-40.

 

Salera Junior, G., Malvasio, A., & Portelinha, T. C. G. (2009). Avaliação da predação de Podocnemis expansa e Podocnemis unifilis (Testudines, Podocnemididae) no rio Javaés, Tocantins. Acta Amazonica, 39(1), 207-213.

 

Sick, H. (1997). Ornitologıa brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

 

Silva, J. M. C. da (1995). Birds of the cerrado region, South America. Steenstrupia, 21(1), 69-92.

 

Turkey Vulture (Cathartes aura), In Neotropical Birds Online (T. S. Schulenberg, Editor). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA. retrieved from Neotropical Birds Online: https://neotropical.birds.cornell.edu/Species-Account/nb/species/turvul

 

Wikiaves. (2018). Urubu-de-cabeça-vermelha. Recuperado em 5 de janeiro, 2019, de https://www.wikiaves.com.br/wiki/urubu-de-cabeca-vermelha

);