Cathartes burrovianus Cassin, 1845

Nome(s) popular(es)

Urubu de Cabeça Amarela.

História Natural

Ave carniceira que habita uma diversidade de ambientes, podendo ser encontrado em regiões florestadas, savânicas e campos, inclusive áreas rurais. Possui certa preferência por regiões mais abertas e úmidas. No Cerrado pode ser encontrado em praticamente todos os ambientes, como campos limpos, campos sujos, campos úmidos, savanas, veredas, matas de galeria e matas ciliares. Não costuma ser visto voando a grandes alturas, porém assim como os outros urubus (família Cathartidae), plana batendo pouco as asas e se aproveitando das correntes de ar. Se alimenta principalmente de carcaças e possui um ótimo olfato, se utilizando dele para encontrar animais em decomposição, porém também pode caçar pequenos vertebrados ativamente em voos rasantes, como anfíbios, cobras e outras aves. Também pode, ocasionalmente, se alimentar de pequenos frutos de palmeiras. Costuma planar baixo sobre campos e pantanais enquanto busca alimento sozinho, e assim como o Urubu de Cabeça Vermelha, geralmente é um dos primeiros urubus a encontrar uma carcaça graças a seu excelente olfato, porém pode ser afastado dela por grupos de Urubus de Cabeça Preta. Faz seus ninhos em ocos de árvores, pondo ovos claros manchados de marrom. Os urubus, e aves carniceiras em geral, possuem um papel ecológico de extrema importância, pois ao se alimentar de carcaças eliminam do ecossistema toxinas e bactérias do processo de putrefação perigosas a outros organismos, além de reintroduzir os nutrientes da carcaça no ciclo natural. Também ajudam a controlar epidemias dentre as populações naturais, eliminando os cadáveres contaminados ou os animais doentes agonizantes.

Descrição

Possui entre 53 e 65 cm de comprimento. Sua coloração é predominantemente negra, de um preto acastanhado. As penas de voo das asas são claras por baixo, só ficando evidente ao planar. Possui a cabeça nua, com uma grande mancha amarelo vivo bem característica na face, e outras manchas menos marcantes, como uma região azulada acima do olho e pequenas manchas negras atrás e à frente dele. O restante da cabeça é rosada e a ponta do bico, curva e pontuda, é clara. Suas patas são cinzentas.

Distribuição

Possui uma ampla distribuição pelas Américas, embora difusa em manchas regionais, ocorrendo desde o México ao nordeste da Argentina, incluindo a América Central, Colômbia, Venezuela, Suriname e Guianas, Peru, Bolívia, Uruguai, Paraguai e Brasil. No Brasil está presente em todos os estados.

Conservação

Pouco preocupante: não é considerado ameaçado (ICMBio e IUCN), e suas populações se mostram estáveis.

Referências

Batista-da-Silva, J. A., & Souza, A. E. (2014). Complementary diet of Cathartes burrovianus (Cathartidae) with fruit Elaeis guineensis (Arecaceae). Journal of Agricultural Science, 6(11), 58-62.

 

BirdLife International 2016. Cathartes burrovianus . The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22697630A93625866. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T22697630A93625866.en. Downloaded on 05 January 2020.

 

Clements, J. F. (2012). The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press.

 

Eitniear, J. C. (2014). Lesser Yellow-headed Vulture (Cathartes burrovianus), version 1.0. In Neotropical Birds Online (T. S. Schulenberg, Editor). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA. https://doi.org/10.2173/nb.lyhvul1.01

 

Gwynne, J. A., Ridgely, R. S., Argel, M., & Tudor, G. (2010). Guia Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado. São Paulo: Horizonte.

 

Houston, D., Kirwan, G.M., Boesman, P. & Marks, J.S. (2020). Lesser Yellow-headed Vulture (Cathartes burrovianus). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. (retrieved from https://www.hbw.com/node/52941 on 5 January 2020).

 

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 2018. Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Brasília: ICMBio. 4162 p.

 

Oliveira, T., Machado, F. C., & Costa, H. C. (2010). Exchanging carrion for fresh meat: the vulture Cathartes burrovianus (Aves, Cathartidae) preys on the snake Xenodon merremii (Serpentes, Dipsadidae) in southeastern Brazil. Biotemas, 23(4), 177-180.

 

Sick, H. (1997). Ornitologıa brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

 

Silva, J. M. C. da (1995). Birds of the cerrado region, South America. Steenstrupia, 21(1), 69-92.


Wikiaves. (2018). Urubu-de-cabeça-amarela. Recuperado em 5 de janeiro, 2019, de https://www.wikiaves.com.br/wiki/urubu-de-cabeca-amarela

);