Buteo brachyurus (Vieillot, 1816)

Nome(s) popular(es)

Gavião de Cauda Curta, Gavião de Rabo Curto.

História Natural

O Gavião de Cauda Curta é um gavião relativamente comum, típico de matas, mas que pode ser visto em savanas, manguezais, áreas abertas permeadas por árvores, ou até regiões urbanas arborizadas, sendo um tanto adaptável às alterações humanas. No Cerrado, habita matas de galeria, matas secas e cerradões. Costuma planar alto e por bastante tempo, aproveitando as correntes térmicas das horas mais quentes das manhãs, muitas vezes junto a urubus (família Cathartidae), e tende a se empoleirar oculto entre a folhagem da copa das árvores. Caçador habilidoso, se alimenta principalmente de aves, porém também pode caçar roedores, lagartos, anfíbios e insetos. É um dos gaviões mais ágeis de seu gênero, com um comportamento de caça especializado para capturar aves. Plana alto ou passa voando próximo da mata em busca de presas, mergulhando rapidamente em sua direção ao localizá-la, com as asas fechadas como costumam fazer os falcões (família Falconidae). Assim, costuma capturar aves empoleiradas nas árvores e arbustos, mas também pode fazer perseguições aéreas ou pegar suas presas no chão. Pode, inclusive, caçar outros rapinantes e presas relativamente grandes, como o Gavião Miúdo, o Quiriquiri e o Inhambu Chororó. Faz seu ninho no alto das árvores, com gravetos e galhos secos, onde põe cerca de 2 ovos. O macho fica responsável por trazer comida ao ninho durante a maior parte da reprodução, e o filhote mais velho pode eliminar o mais novo, para diminuir a competição por comida. Durante a época do acasalamento o macho faz exibições em voos circulares seguidos de mergulhos, acompanhados de vocalizações, um assobio fino e longo.

Descrição

Mede de 35 a 45 cm de comprimento. Sua coloração é bem uniforme, branca nas partes ventrais, da garganta à barriga e interior das asas, e preta nas partes dorsais, da cabeça e laterais da face às costas e parte superior das asas, com uma pequena mancha branca acima do bico. Suas asas por baixo possuem as bordas pretas, e sua cauda é bastante barrada, com 3 a 4 faixas pretas e brancas alternadas. Suas patas e a base de seu bico são amarelas. Possui, porém, dois tipos de coloração, com indivíduos de plumagem padrão (preta por cima e branca por baixo) e alguns mais escassos de padrão escuro, totalmente negros no ventre. Em voo pode se assemelhar ao Gavião de Rabo Branco, este porém é maior, com apenas uma barra preta na cauda e de garganta escura. Ao contrário do que seu nome sugere, sua cauda não é curta comparada à de outros gaviões (família Accipitridae).

Distribuição

Possui uma ampla distribuição pelas Américas, ocorrendo desde o extremo sul dos Estados Unidos até o norte da Argentina, incluindo a América Central e todos os países da América do Sul, com exceção do Chile e do Uruguai. No Brasil está presente em todo o território.

Conservação

Pouco preocupante: não é considerado ameaçado (ICMBio e IUCN), e suas populações parecem estar aumentando (IUCN), possivelmente por sua facilidade em se adaptar a regiões urbanas.

Referências

Bierregaard, R.O., Jr & Kirwan, G.M. (2013). Short-tailed Hawk (Buteo brachyurus). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.) (2013). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona.

 

BirdLife International. 2016. Buteo brachyurus. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22695897A93532695. https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T22695897A93532695.en. Downloaded on 06 July 2020.

 

Christianini, A. V. (2005) A feeding record of the Short-tailed Hawk Buteo brachyurus in its southern range. Revista Brasileira de Ornitologia, 13(2):191-192.

 

Gwynne, J. A., Ridgely, R. S., Argel, M., & Tudor, G. (2010). Guia Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado. São Paulo: Horizonte.

 

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 2018. Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Brasília: ICMBio. 4162 p.

 

Menq, W. (2018). Gavião-de-cauda-curta (Buteo brachyurus). Aves de Rapina Brasil. Recuperado em 6 de julho, 2020, de http://www.avesderapinabrasil.com/buteo_brachyurus.htm

 

Meyer, K. D. (2004). Breeding and wintering ecology of the Short-tailed Hawk (Buteo brachyurus) in Florida. Final Report. Florida Fish and Wildlife Conservation Commission, Tallahassee, FL, USA.

 

Miller, K. E. and K. D. Meyer (2020). Short-tailed Hawk (Buteo brachyurus), version 1.0. In Birds of the World (A. F. Poole and F. B. Gill, Editors). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA. https://doi.org/10.2173/bow.shthaw.01 

 

Monsalvo, J. A. B. (2012) Reprodução de Buteo brachyurus em um parque urbano de São Paulo, sudeste do Brasil. Atualidades Ornitológicas On-line, 170: 33-40.

 

Sick, H. (1997). Ornitologia brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

 

Silva, J. M. C. da (1995). Birds of the cerrado region, South America. Steenstrupia, 21(1), 69-92.


Wikiaves. (2018). Gavião-de-cauda-curta. Recuperado em 6 de julho, 2020, de https://www.wikiaves.com.br/wiki/gaviao-de-cauda-curta

);