RPPN Reserva Chakra Grisu

chakra grisu

A Reserva de Patrimônio Natural, criada por portaria do Ministério do Meio Ambiente, em 1997/98, vem implantando a permacultura como modelo de manejo: o cerrado preexistente tem sido enriquecido com espécies do próprio cerrado e também com representantes da mata de galeria/ciliar, com a estratégica de inserção de um ponto de água (poço de Baco das Araras Canindés) para atração da fauna.

Foram acrescentados trilhas e locais de observação e meditação de forma a garantir a convivência harmônica das espécies, inclusive com o homem, mediante seu ingresso respeitoso na área, em atividade vivencial e em sintonia com os elementos naturais.

A RPPN ChakraGrisu possui cerca de 46 mil m2 e fica a apenas 47 km de Brasília. É a primeira institucionalizada em Brasília e a menor do Brasil. Como se diz, tamanho não é documento.

Trata-se de uma área de RPPN – Reserva Natural do Patrimônio Particular – homologada pelo IBAMA, sendo caracterizada pela cobertura vegetal de árvores nativas do cerrado, enriquecida por espécies exóticas e outras provenientes de matas ciliares e de galeria. Neste recanto natural oferecemos um espaço multifacetado de convivência, com enfoque nas práticas antiestresse.

A Reserva Natural ChakraGrisu está inserida no Corredor Biológico da Estação Ecológica de Águas Emendadas, distando 3 km (vicinal 3 de Quintas do Vale Verde) das veredas e nascentes dos Córregos Vereda Grande (Bacia do Tocantins) e Fumal (Bacia do Paraná/Prata) e 6 km (DF- 128) do Centro de Observação da Lagoa Bonita (Mestre D’ Armas).

Está localizada na Área de Proteção Ambiental – APA do Planalto Central e na Reserva de Biosfera do Cerrado, reconhecida pela UNESCO.

As águas pluviais que se infiltram e lavam os seus solos, vertem na direção das veredas e do Ribeirão Monjolo, tributário do Ribeirão Palmeiras, que deságua no Rio Maranhão, que por sua vez forma o Tocantins da Bacia Hidrográfica Amazônica.

 As águas cristalinas do subsolo que “emendam hidricamente” as bacias amazônica, platina e sanfranciscana estão assentadas em aquíferos reservados em meio a cristais de rochas que garantem uma emblemática pureza e vibração energética dessas águas e que repercutem nos trabalhos realizados “que descendo de bubuia rio abaixo” reverberam e deságuam de forma benfazeja em todas as direções.

Há cachoeiras na região, entre as quais a de Lindóia, no Rio Itiquira , e do Morumbi, no Rio Maranhão. Mas a cascatinha de água tépida sobre o olho d’água de Nanã traz o barulhinho típico da cachoeirinha e o frescor de um banho natural.

Estamos sempre buscando novos processos de gestão integrada dos recursos naturais, assim como as iniciativas que procuram difundir inovadores procedimentos ligados aos usos sustentáveis desses recursos naturais e a adoção de técnicas que contribuam para a preservação/conservação/revitalização dos cerrados e de suas espécies características.

Maiores informações sobre hospedagem, produção de eventos e visita de escolas, fale conosco em qualquer um dos canais abaixo:

Endereço: Rodovia DF 205, km 48/49 – Quintas do Vale Verde – Planaltina/DF

Telefone: (61) 9975.5283 e 9972.5283

E-mail: contato@chakragrisu.org