Nothura maculosa (Temminck, 1815)

Vocalização

Nome(s) popular(es)

Codorna Amarela, Codorna, Codorna Comum, Codorniz, Inhambuí, Perdizinho, Perdiz.

História Natural

É uma espécie rasteira típica de campos, estando presente nos campos rupestres, campos sujos e campos limpos do Cerrado, na Caatinga e outros ambientes semelhantes. Pode frequentar plantações e áreas ocupadas por pessoas, desde que não perturbada. Onívora, se alimenta de grãos, sementes, frutos e bagas, insetos (formigas, cupins, besouros), aracnídeos e moluscos. Serve de presa para uma diversidade de animais maiores, como a Jaguatirica, o Lobo Guará, a Águia Serrana, o Falcão de Coleira e o Quiriquiri. Faz ninhos no chão, entre os capinzais, e os ovos são brilhantes, de cor marrom escuro ou arroxeados, sendo chocados pelo macho.

Descrição

Mede cerca de 24 cm. Possui a coloração com um padrão geral estriado e barrado, com garganta branca, face, peito e barriga mais claros, com tons de amarelo palha pálido, e o resto do corpo castanho, principalmente o topo da cabeça e o dorso, com estrias claras e manchas escuras.

Distribuição

Sua ocorrência é ampla, se estendendo do Nordeste brasileiro ao centro da Argentina, incluindo Paraguai, Uruguai, e o Sudeste, Centro-Oeste e Sul do Brasil. Não está tipicamente presente na Amazônia, portanto é encontrada até o MT e TO.

Conservação

Pouco preocupante: é considerada não ameaçada (ICMBio e IUCN), e suas populações mostram sinais de aumento (IUCN).

Referências

Abreu, K. C., Moro-Rios, R. F., Silva-Pereira, J. E., Miranda, J. M., Jablonski, E. F., & Passos, F. C. (2008). Feeding habits of ocelot (Leopardus pardalis) in Southern Brazil. Mammalian Biology, 73(5), 407-411.


BirdLife International 2016. Nothura maculosa. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22678277A92764793. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-3.RLTS.T22678277A92764793.en. Downloaded on 28 September 2019.


Cabot, J., Christie, D.A., Jutglar, F., Garcia, E.F.J. & Sharpe, C.J. (2019). Spotted Nothura (Nothura maculosa). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. (retrieved from https://www.hbw.com/node/52449 on 28 September 2019).


Clements, J. F. (2012). The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press.


Gomes, V. (2014). Spotted Nothura (Nothura maculosa), version 1.0. In Neotropical Birds Online (T. S. Schulenberg, Editor). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA. https://doi.org/10.2173/nb.sponot1.01


Gwynne, J. A., Ridgely, R. S., Argel, M., & Tudor, G. (2010). Guia Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado. São Paulo: Horizonte.


Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 2018. Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Brasília: ICMBio. 4162 p.


Rodrigues, F. H., Hass, A., Lacerda, A. C., Grando, R. L., Bagno, M. A., Bezerra, A. M., & Silva, W. R. (2007). Feeding habits of the maned wolf (Chrysocyon brachyurus) in the Brazilian Cerrado. Mastozoología Neotropical, 14(1), 37-51.


Sick, H. (1997). Ornitologıa brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.


Silva, J. M. C. da (1995). Birds of the cerrado region, South America. Steenstrupia, 21(1), 69-92.


Silveira, L., Jácomo, A. T., Rodrigues, F. H., & Crawshaw Jr, P. G. (1997). Hunting association between the Aplomado Falcon (Falco femoralis) and the maned wolf (Chrysocyon brachyurus) in Emas National Park, central Brazil. The condor, 99(1), 201-202.


Wikiaves. (2018). Codorna-amarela. Recuperado em 28 de setembro, 2019, de https://www.wikiaves.com.br/wiki/codorna-amarela

);