Pandion haliaetus (Linnaeus, 1758)

Vocalização

Nome(s) popular(es)

Águia Pescadora, Gavião Pescador, Gavião do Mar, Gavião Papa Peixe, Gavião Caipira (AM).

História Natural

Ave relativamente comum, se mantém próxima a corpos d’água, como lagos, grandes rios e na costa marítima. No Cerrado pode ser encontrada nesses locais, sobrevoando ou pousada em árvores altas, principalmente nas matas de galeria, matas ciliares e cerradões. Predadora, se alimenta principalmente de peixes, realizando mergulhos para capturá-los com as garras, e depois os carregando até um poleiro para se alimentar. Ao mergulhar, dobra as asas para trás e estica as patas para a frente. Seus pés são adaptados para agarrar sua presa escorregadia, possuindo dois dedos virados para trás e dois para frente, e rugosidades na palma para aumentar a aderência. Além de peixes, pode predar outras aves, répteis e pequenos mamíferos. Não se reproduz no Brasil: as aves vistas por aqui se reproduzem nas regiões temperadas da América do Norte.

Descrição

Mede entre 55 e 60 cm de comprimento. É uma ave de rapina grande com asas longas. Sua barriga e peito são brancos, com leves manchas escuras no peito formando um colar. Possui uma faixa escura que passa pelo olho até a nuca, como uma máscara, com a garganta e topo da cabeça brancos. Asa e costas marrom escuro. Por baixo, as asas e cauda são brancas barradas de marrom claro.

Distribuição

Possui uma distribuição ampla pelo mundo inteiro, ocorrendo em todos os continentes exceto a Antártica. Se reproduz principalmente no hemisfério norte, porém no inverno migra para o hemisfério sul. No Brasil ocorre em todos os estados.

Conservação

Pouco preocupante: não é considerado ameaçado (ICMBio e IUCN), e suas populações parecem estar aumentando (IUCN).

Referências

BirdLife International 2019. Pandion haliaetus (amended version of 2016 assessment). The IUCN Red List of Threatened Species 2019: e.T22694938A155519951. https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2019-3.RLTS.T22694938A155519951.en. Downloaded on 22 April 2020.

 

Clancy, G. P. (2005). The diet of the Osprey (Pandion haliaetus) on the north coast of New South Wales. Emu – Austral Ornithology, 105(1), 87–91. 

 

Clements, J. F. (2012). The Clements Checklist of Birds of the World. Cornell: Cornell University Press.

 

Gwynne, J. A., Ridgely, R. S., Argel, M., & Tudor, G. (2010). Guia Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado. São Paulo: Horizonte.

 

Hakkinen, I. (1978). Diet of the Osprey Pandion haliaetus in Finland. Ornis Scandinavica, 9(1), 111-116. 

 

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 2018. Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Brasília: ICMBio. 4162 p.

 

Poole, A.F., Kirwan, G.M., Christie, D.A. & Marks, J.S. (2020). Osprey (Pandion haliaetus). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. (retrieved from https://www.hbw.com/node/52947 on 22 April 2020). 

 

Sick, H. (1997). Ornitologıa brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

 

Silva, J. M. C. da (1995). Birds of the cerrado region, South America. Steenstrupia, 21(1), 69-92.


Wikiaves. (2020) Águia-pescadora. Recuperado em 21 de abril, 2020, de https://www.wikiaves.com.br/wiki/aguia-pescadora

);